Apple registra patente de célula de combustível portátil

Por Redação | 19 de Março de 2015 às 13h00

O curto tempo de duração da bateria dos dispositivos móveis é um problema que a maior parte dos fabricantes tenta driblar. Parece que a última saída encontrada pela Apple está em uma nova célula de combustível portátil.

De acordo com a patente registrada no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO), a novidade pode fornecer energia o suficiente para que os gadgets fiquem ligados por dias, e não apenas horas como acontece atualmente. O documento registra o projeto como um "sistema de célula de combustível portátil e de baixo custo para um dispositivo de computação portátil".

Patente Apple

As células de combustível apareceram pela primeira vez no início dos anos 1800 e estão em fase de desenvolvimento intensivo como fontes de energia para veículos e outras aplicações.

Trata-se de células eletroquímicas onde, ao contrário das baterias ou das pilhas, agentes químicos redutores (combustível) e oxidantes (comburente) são fornecidos e consumidos continuamente para gerar energia elétrica. Elas têm a vantagem de serem altamente eficientes e pouco poluentes, porém com desvantagem de ter alto custo.

O projeto de célula combustível da Apple parece ser algo externo, com um MagSafe 2 ou outro tipo de conector alternativo com capacidade de comunicação bidirecional para controlar a fonte de alimentação.

Uma célula de combustível seria capaz de fornecer energia para dispositivos móveis durante dias, talvez até semanas, mas não significa o fim das baterias comuns. A Apple enxerga a célula de combustível como uma espécie de acessório usado para carregar a bateria interior a partir da unidade externa.

Como sempre, é difícil saber se a patente será levada adiante; afinal, muitas vezes as gigantes da tecnologia registram suas ideias para evitar dores de cabeça com possíveis processos judiciais no futuro, mas nem sempre elas tiram os projetos do papel.

Via USPTO

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.