Apple pode vender apenas 450 mil unidades do novo MacBook no primeiro semestre

Por Redação | 12 de Março de 2015 às 09h20

O novo MacBook vai precisar de algum tempo até encontrar seu lugar no mercado e atingir os altos números de venda dos seus irmãos. Quem diz isso é o analista da KGI Securities, Ming-Chi Kuo.

De acordo com as informações publicadas pelo Apple Insider, Kuo acredita que o preço relativamente alto e a nova porta USB-C podem ser motivos para a Maçã moderar sua demanda inicial do notebook.

Para o analista, a porta capaz de suportar conexões USB, DisplayPort, conexão de energia, VGA e HDMI ainda é um ponto de discórdia entre alguns consumidores e investidores. Isso por que o ecossistema em torno do tal conector ainda está em seu estágio inicial de desenvolvimento, o que pode causar alguns inconvenientes durante seu uso.

USB-C MACBOOK

Detalhe da porta USB-C do novo MacBook (Imagem: Divulgação / Apple)

Esse fator, associado ao elevado preço inicial do novo MacBook (entre US$ 1.299. e US$ 1.599) e possíveis contenções de oferta, pode significar que a Apple venda apenas 450 mil unidades do computador portátil no primeiro semestre deste ano.

Isso representa apenas uma pequena parte das vendas globais de dispositivos Mac, que podem chegar a marca de 10 milhões nos dois primeiros trimestres de 2015.

O mais recente notebook apresentado pela empresa de Cupertino conta com uma única porta USB-C, tela Retina de 12 polegadas, resolução de 2.304 x 1.440 pixels, nenhuma ventoinha, novo processador Intel Core M, 8 GB de RAM, um novo teclado "Force Touch" e um trackpad que utiliza a tecnologia do Apple Watch.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.