Apple planeja registrar as marcas 'iphone' e 'ipad' para roupas no Brasil

Por Redação | 20 de Dezembro de 2012 às 13h17

A Apple estaria interessada em 'blindar' os nomes e uso das marcas de alguns de seus produtos mais famosos no Brasil e em outros países no mundo, evitando assim que outras empresas utilizem nomes como 'iphone' e 'ipad' em seus produtos. As informações são do jornal A Folha de S. Paulo.

Para isso, a empresa da maçã entrou com pedidos de registro das marcas 'iphone' e 'ipad' para outros produtos, muito diferentes dos conhecidos smartphones e tablets, no Brasil. Com base nos dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), a companhia solicitou o registro da marca 'iphone' para 107 produtos, incluindo secretárias eletrônicas, fax, roupas e máquinas automáticas e operadas por moedas.

A Apple já teria conseguido o registro do nome 'iphone' para roupas e publicações. E a companhia ainda tenta o registro da marca 'ipad' no Brasil para 31 produtos diferentes, como gravatas, suéteres, lingerie e até conjuntos para a neve - o Instituto também analisa o registro da marca para tablets.

iPhone

O processo de 'blindagem' de marcas é muito comum no setor da tecnologia

O Brasil está prestes a se tornar palco de uma batalha pelos direitos do uso da marca 'iphone'. Na última terça-feira (18), a Gradiente lançou o primeiro modelo de smartphone Android dentro da sua linha 'iphone', gerando muitas dúvidas e polêmicas entre especialistas e a imprensa. No entanto, a empresa brasileira detém os direitos sobre a marca no país desde 2008 e a Gradiente promete disputar com a Apple os direitos pelo nome, já que a empresa norte-americana apresentou seu pedido de registro somente em 2007, sete anos depois do pedido da Gradiente ter sido entregue ao Instituto.

A prática de 'blindagem' de marcas, por sua vez, é algo muito comum no mercado de tecnologia. Empresas como a Microsoft realizaram o mesmo procedimento com nomes como 'skype' e 'xbox', e o Facebook busca o registro de seu nome para roupas - e até já recebeu resposta positiva do INPI para o seu pedido.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.