Apple notifica pais sobre recompensa pelo uso indevido de compras in-app

Por Redação | 24 de Junho de 2013 às 15h56
photo_camera CNET

Ver crianças gastando a torto e a direto nas lojas virtuais de aplicativos parece cada vez mais comum. Em virtude disso, a Apple começou a enviar e-mails aos pais explicando como eles serão recompensados pelas grandes quantias gastas por seus filhos em compras in-app, como jogos e aplicativos vendidos pela iTunes App Store. O e-mail, enviado pela Apple In-App Purchase Litigation Administrator, explica como as mais de 23 milhões de pessoas que entraram com uma ação coletiva contra a empresa receberão suas indenizações.

Os pais terão até o dia 13 de janeiro de 2014 para reivindicar seus iTunes Gift Cards no valor de US$ 5 (R$ 11) para taxas menores do que US$ 30 (R$ 67), afirma o e-mail. A indenização máxima que os pais poderão receber (após a decisão judicial que determinou a Apple como culpada no caso das compras in-app) equivale a 45 dias de uso da aplicação sem a autorização dos responsáveis.

O processo, movido pelos pais em 2011, alegava que era muito fácil para as crianças comprarem novos itens ou produtos dentro dos aplicativos e jogos que utilizavam, já que não era necessária a reintrodução do ID da Apple para concluir a compra. Ou seja, uma vez que os pais fizeram o download de um título grátis ou pago usando sua senha, a criança (ou outra pessoa) poderia continuar comprando usando a mesma senha e sem informar novamente as credenciais necessárias.

A Apple, por sua vez, modificou algumas regras de sua loja virtual em março de 2011 por meio de uma atualização do seu software, mas não antes de alguns pais registrarem um rombo em suas contas. Rumores indicam que a iTunes App Store ganhará uma seção só para crianças no iOS 7, apresentado pela empresa durante a WWDC 2013 (Worldwide Developers Conference), com aplicativos e jogos separados por faixa etária.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.