Apple melhora suporte para monitores 4K em versão Beta do OS X Mavericks

Por Redação | 07.03.2014 às 13:21

A Apple anunciou nesta sexta-feira (7) que o beta da próxima versão do OS X Mavericks 10.9.3 está disponível para os desenvolvedores. Apesar da companhia não ter listado nenhuma novidade para essa versão, o site 9to5Mac descobriu que a atualização inclui melhorias para os usuários do sistema que possuem monitor com resolução 4K.

Com a nova versão do sistema, agora será possível definir esse tipo de monitor como o padrão para exibição do sistema numa resolução "Retina", que possui o dobro de pixels que o convencional. Agora as novas configurações se assemelham às encontradas no MacBook Pro.

Até então, quem possuísse um monitor 4K conectado ao Mac, conseguiria apenas exibir o sistema com os objetos numa escala maior e espalhados pela tela. Porém, através de modificações não oficiais, era possível usar uma resolução maior, com o dobro de pixels.

Suporte nativo para monitores 4K

Com a chegada da atualização, vários usuários relataram que conseguiram permitir que o MacBook Pro Retina do final de 2013 exibisse imagens com resolução 4K com taxa de atualização de tela em 60 Hz. Até então, somente máquinas que tinham o Windows instalado eram capazes de fazer isso.

Em seu site oficial, a Apple diz que o atual MacBook Pro Retina só pode exibir imagens em monitores 4K com taxa de atualização de 24Hz ou 30Hz via HDMI. Com o lançamento dessa nova versão, no entanto, isso deve mudar muito em breve - afinal de contas, o sistema permitirá exibir imagens de forma mais suave e com maior facilidade de configuração.

Os investimentos no suporte à monitores 4K podem indicar que a Apple está próxima de lançar um monitor externo de alta resolução. Fontes próximas da companhia afirmam que há algum tempo ela vem desenvolvendo monitores de alta resolução maiores e iMacs.

As novas configurações e o discurso de Tim Cook afirmando que há um "grande plano" para este ano podem indicar que um monitor 4K produzido pela própria Apple está cada vez mais próximo.