Apple é processada após problemas de desempenho no iOS 8

Por Redação | 05 de Janeiro de 2015 às 14h32
photo_camera Divulgação

Na semana passada, diversos usuários de iPhone e iPad nos Estados Unidos moveram uma ação coletiva contra a Apple. Em um tribunal federal, eles alegaram que a empresa não informou de maneira correta a quantidade de espaço que o novo sistema operacional móvel, o iOS 8, ocuparia nos dispositivos ao ser instalado.

De acordo com o que os autores do processo afirmaram, a plataforma presente em um iPhone ou iPad pode consumir até 23,1% da capacidade total de armazenamento. Esse fato não é informado claramente quando um consumidor adquire um produto da Apple ou quando vai fazer a migração do iOS 7 para o iOS 8, lançado em setembro do ano passado. Segundo o site de notícias Siliconbeat, os usuários que se sentiram prejudicados mencionam que, nos momentos que mais precisam de espaço interno, o dispositivo está saturado com pouco quantidade livre para guardar arquivos. Para eles, a Apple "está perdendo consumidores para obter mais lucro".

Segundo William Anderson, do escritório de advocacia Cuneo Gilbert & LaDuca, que representa os usuários que moveram a ação, "usando essa tática de oferecer menos capacidade de armazenamento que o anunciado, a empresa pretende impulsionar a venda de capacidade (no iCloud) em um momento de desespero do usuário, por exemplo, quando vai tentar gravar ou tirar fotos do recital da neta, ou do casamento da filha".

O advogado afirma que não são apenas os consumidores que fazem o download do iOS que estão sendo afetados, mas também aqueles que compram um iPhone ou iPad novo com o iOS 8 já instalado. "Sentimos que há um número substancial de clientes da Apple que foram enganados. E nós vamos seguir com os processos em vigor", explica Anderson.

O novo sistema da Apple inclui diversos recursos inexistentes no antecessor, o iOS 7. Após ser liberado ao mercado, usuários começaram a relatar dificuldades como o elevado consumo de bateria e lentidão no acesso a redes Wi-Fi. Além disso, a quantidade de armazenamento ocupada pelo sistema incomodou bastante gente, principalmente em iPhones e iPads com 16 GB. Para tentar solucionar a questão, a empresa lançou várias atualizações que acabaram gerando outros problemas, como a interrupção do sinal do celular.

A questão é ainda mais complicada porque os usuários não podem inserir um cartão microSD para ampliar o armazenamento em dispositivos da Apple. A única saída para os consumidores é utilizar serviços em nuvem, como o próprio iCloud, que oferecem espaço limitado de maneira gratuita e apresentam planos pagos para maiores expansões.

Pelo visto, vários consumidores da Apple estão descontentes e isso tem influenciado diretamente os papéis da empresa. Na ultima quarta-feira (1), as ações da companhia caíram 1,9%, depois que foi revelado o processo coletivo de usuários de produtos da empresa. Hoje (5), os papéis continuam em baixo, caindo 0,58% em Nasdaq, negociadas a 108,10 dólares.

Fonte: http://convergecom.com.br/tiinside/05/01/2015/apple-inicia-2015-com-novo-processo-devido-problemas-de-armazenamento-gerados-pelo-ios-8/#.VKqsy0tBnKAhttp://www.siliconbeat.com/2014/12/30/apple-hit-with-class-action-over-storage-eaten-up-by-ios-8/

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.