Apple e Samsung vão aos tribunais mais uma vez

Por Redação | 31.03.2014 às 12:04

Nesta segunda-feira (31), Apple e Samsung vão comparecer ao tribunal mais uma vez em um novo caso de briga por patente. Desta vez, a empresa da Maçã acusa a sul-coreana de usar uma tecnologia de busca que permite que alguém, que está à procura de um telefone a partir de um endereço, faça uma ligação direta para o número ou adicione o endereço a um mapa.

No total, a Apple acusa a Samsung de infringir cinco patentes e briga para que a empresa sul-coreana pague 40 libras por dispositivo vendido com a tal tecnologia. De acordo com o site Geeky Gadgets, caso obtenha a vitória, a Apple pode conseguir cerca de US$ 2 bilhões. A quantia seria o dobro do que a Samsung teve que pagar para a própria Apple em um caso anterior envolvendo quebra de patente. Já em caso de derrota, a Apple pode perder até US$ 6 milhões.

Os produtos da Samsung que, de acordo com a Apple, infringiram patentes são: Admire, Galaxy Nexus, Galaxy Note, Galaxy Note II, Galaxy SII, Galaxy SII Epic 4G Touch, Galaxy SII Skyrocket, Galaxy SIII, Galaxy Tab II 10.1 e Stratosphere. Já a Samsung acusa a concorrente de quebrar duas de suas patentes nos aparelhos iPhone 4, iPhone 4S, iPhone 5, iPad 2, iPad 3, iPad4, iPad mini, iPod Touch e MacBook Pro.

"Existe uma suspeita de que muitas patentes de software são escritas de modo que cubram mais coisas do que a Apple ou qualquer outra empresa de tecnologia realmente inventou. Patentes bem amplas permitem que as empresas bloqueiem a concorrência", disse Mark McKenna, professor de direito da Universidade de Notre Dame.

Apple e Samsung já vêm brigando por patentes há pelo menos três anos, quando a Samsung começou a crescer e tomou a liderança do mercado de dispositivos móveis. A cada três smartphones vendidos no mundo, um é da empresa sul-coreana. Com a nova disputa, não se sabe ainda como ficará o relacionamento entre as duas empresas, já que a Samsung é uma grande fornecedora de peças para a empresa criada por Steve Jobs e muitos dispositivos da Apple que serão lançados ainda este ano contarão com essas peças.