Apple e Google fecham parceria para a compra das patentes da Kodak

Por Redação | 10 de Dezembro de 2012 às 11h28
photo_camera Bloomberg

A Apple e o Google teriam fechado uma nova parceria para a compra do portfólio de patentes da Kodak, parceria esta estimada em US$ 500 milhões (R$ 1 bilhão), segundo informa reportagem publicada pela Bloomberg. A Kodak planeja vender suas patentes para evitar a falência completa de seu negócio, que começou a entrar em decadência com a chegada do mercado de fotos digitais.

As duas empresas, que buscam a liderança no mercado móvel, decidiram se unir no processo de compra de patentes depois de liderarem dois grupos opostos na disputa pela compra das tecnologias, afirmam fontes confidenciais ligadas ao projeto.

O grupo liderado pela Apple incluía a Microsoft e a Intellectual Ventures Management LLC, e o grupo do Google incluía a empresa de agregação de patentes RPX Corp e fabricantes asiáticos de smartphones equipados com o sistema operacional Android. Separadamente, os dois grupos ofereceram menos do que US$ 500 milhões (R$ 1 bilhão) pelo portfólio da empresa de soluções fotográficas.

Parcerias improváveis como estas são muito comuns nos casos de compra de patentes, pois desta forma neutraliza-se possíveis litígios por violação. No último ano, um grupo liderado pela Apple e composto por Microsoft e RIM comprou as patentes da Nortel Networks Corp. por US$ 4,5 bilhões (R$ 9,5 bilhões) para evitar sua falência. O Google perdeu a disputa no leilão de patentes depois de uma oferta inicial de US$ 900 milhões (R$ 1,9 bilhão).

"A Apple e o Google aprenderam uma lição com o leilão da Nortel", afirmou Richard Ehrlickman, antigo vice-presidente da International Business Machines Corp. e presidente da IP Offerings, corretora de patentes. "Eles decidiram se unir neste processo para reduzir os custos de aquisição das patentes da Kodak, respeitando suas necessidades de negócios".

Por enquanto, nenhuma das partes envolvidas no processo confirmou a negociação. No último mês, a Kodak obteve um financiamento de US$ 830 milhões (R$ 1,7 bilhão) para cumprir com alguns de seus compromissos financeiros e aguardar a venda de suas patentes.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.