Apple deve registrar recorde de vendas de iPhones e iPads no fim de ano

Por Redação | 27 de Janeiro de 2014 às 14h45
photo_camera Divulgação

A Apple deve divulgar ainda hoje (27) números trimestrais que podem marcar uma de suas mais bem-sucedidas temporadas de vendas de fim de ano, batendo recordes de vendas de iPhones e iPads. As informações são da agência de notícias Reuters.

Segundo analistas, a Maçã, que sempre superava as expectativas com frequência, precisa agora de um trimestre excelente para impulsionar o valor de suas ações, que acumulam queda de cerca de 3% neste ano. A empresa fechou o terceiro trimestre como segunda maior fabricante de celulares inteligentes, com participação de 12,1%, contra os 14,3% no mesmo período do ano anterior. A sul-coreana Samsung tem 32%, e Lenovo, LG e Huawei conseguiram ficar com fatias de cerca de 5% cada, segundo dados da empresa de pesquisa Gartner.

Os especialistas esperam que a companhia anuncie vendas de cerca de 55 milhões de iPhones e de 26 milhões de iPads – no mesmo trimestre do ano passado, a empresa vendeu 48 milhões de smartphones e 23 milhões de tablets. O modelo de iPhone 5S deve ser o aparelho com o maior número de unidades vendidas, enquanto que o 5C, versão colorida e mais barata do celular, foi o que teve menos procura pelos usuários.

Mesmo com bons números de vendagens, a Apple continuará a despertar desconfiança dos investidores sobre as vendas na China, o segundo maior mercado da empresa de Cupertino e um dos locais fundamentais para receita e margens nos últimos trimestres. A fabricante do iPhone perdeu espaço para a Samsung e outros rivais (na maioria dispositivos Android) entre usuários chineses, mas a situação deve mudar com a chegada dos novos iPhones na China Mobile, maior operadora de telefonia móvel do mundo que conta com uma base de mais de 700 milhões de clientes.

Em longo prazo, investidores querem descobrir quais são os novos produtos que a Apple irá anunciar ao longo do ano. Tim Cook, CEO da companhia, mantém segredo sobre os aparelhos, mas especula-se que a empresa poderá revelar um iPhone com tela maior – cerca de 6 polegadas –, uma televisão e um relógio de pulso inteligente, apelidado pela imprensa internacional como iWatch.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.