Apple deve incorporar NFC nos próximos iPhones para facilitar pagamentos móveis

Por Redação | 23 de Maio de 2014 às 13h50
photo_camera Divulgação

Uma ferramenta muito requisitada por usuários de dispositivos iOS pode finalmente chegar aos próximos iPhones: a tecnologia NFC. Segundo a Morgan Stanley, a funcionalidade será parte essencial dos novos modelos de smartphone da companhia e terá como principal objetivo facilitar pagamentos móveis feitos pelo celular. A empresa já teria fechado parcerias com várias entidades para agilizar a produção dos componentes e a inclusão do recurso nos novos aparelhos.

De acordo com o site AppleInsider, o analista Craig Hettenbach citou nas últimas semanas alguns relatórios que apontam o lançamento do sistema de pagamentos mobile da Maçã. Um dos documentos mostra que a companhia fez um acordo com a China UnionPay, uma rede interbancária que pode ser incorporada ao smartphone da Apple. Levando em consideração o investimento da empresa no mercado chinês - o maior do mundo em número de usuários -, não é de se espantar que o país asiático seja um dos primeiros a receber a novidade.

Outro detalhe importante é como a Apple pretende implementar o NFC nos novos iPhones e sua metodologia de pagamento. Hettenbach acredita que a companhia pode seguir dois caminhos: o primeiro seria incorporar os dados de cartão de crédito no próprio smartphone, possivelmente em um aplicativo próprio para a realização de pagamentos. A segunda sugestão é um sistema mais seguro de verificação baseado na nuvem.

Em todo o caso, tudo indica que a Maçã está empenhada em levar mais facilidade aos usuários do iPhone na hora de pagar contas ou comprar produtos. E os rumores não são de hoje. Recentemente, a companhia teria feito entrevistas com grandes executivos da indúsutria de pagamentos eletrônicos para entrar o quanto antes no segmento. O projeto teria participação de Jennifer Bailey, uma das antigas responsáveis pela loja virtual da Apple, e Eddy Cue, chefe do departamento do iTunes e da App Store.

O próprio CEO da Apple, Tim Cook, também já demonstrou interesse em investir no mercado de pagamentos mobile. Na divulgação dos últimos resultados financeiros da companhia, em abril, o executivo comentou que enxerga neste segmento uma oportunidade para que a Apple facilite os pagamentos utilizando seu hardware e software. No entanto, Cook não deu detalhes sobre como isso deve acontecer.

"Acho que [o mercado de pagamentos mobile] é uma área muito interessante. Temos quase 800 milhões de contas no iTunes e a maioria das pessoas utiliza cartão de crédito. Também já alcançamos uma boa base de usuários que fazem uso do leitor biométrico Touch ID para comprar serviços na nossa loja, o que torna a área ainda mais interessante para nós", disse.

Falando nisso, o leitor de impressões digitais presente no iPhone 5S seria um mecanismo a mais a ser utilizado como medida de segurança. Ao realizar uma compra, por exemplo, o consumidor precisaria colocar o dedo no leitor de impressões digitais para concluir a transação online. Todo esse processo ocorreria por meio de uma integração com o iTunes, que já possui um serviço próprio de pagamento de livros, filmes e músicas comprados pela plataforma.

"Estamos analisando como as pessoas podem comprar conteúdos, seja música, filmes ou livros a partir de seus iPhones usando o Touch ID. É incrivelmente simples, fácil e elegante. E claro que há muita oportunidade [na indústria]. Em geral, a área de pagamentos móveis foi um dos motivos que incentivaram a criação do Touch ID. Mas não queremos nos limitar apenas a isso", completou Tim Cook.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.