Apple concede aumento a Tim Cook e CEO fatura US$ 4,25 milhões em 2013

Por Redação | 30 de Dezembro de 2013 às 14h45

Apesar dos desafios que vem enfrentando nos últimos tempos, a Apple concedeu aumento de quase 2% ao seu CEO, Tim Cook. A informação foi confirmada por um documento enviado pela companhia ao Securities and Exchange Comission dos Estados Unidos na última sexta-feira (27).

De acordo com a companhia, o executivo arrecadou pouco mais de US$ 4,25 milhões no ano fiscal de 2013, que foi encerrado no mês de setembro. O valor, que é cerca de 2% superior ao de 2012, consiste num salário de US$ 1,4 milhão e bônus de US$2,8 milhões. Além disso, Cook ainda possui 80.000 ações da companhia, cujo valor alcança os US$ 4 milhões, e mais de US$ 52 mil depositados pela Apple no seu seguro de vida e férias.

Apesar de alto, o valor é relativamente modesto se comparado com o que Cook recebeu em 2011, quando assumiu o controle da Maçã. Naquele ano o conselho da Apple atribuiu-lhe cerca de 1 milhão de ações e sua arrecadação bateu a marca de US$ 378 milhões.

Além do salário de Cook, o documento traz algumas revelações sobre o desempenho da Apple no ano de 2013. Nele, a companhia revela que seu valor de mercado caiu em praticamente 25%, ou cerca de US$ 160 bilhões. Mesmo assim, ela ainda permanece como a companhia número um do mundo em valor de mercado.

De acordo com o USA Today, os valores arrecadados pela Apple vêm diminuindo desde o lançamento do iPad, em 2010. De lá para cá a Maçã não lançou nenhum outro produto que revolucionasse tanto quanto o iPhone e o iPad e isso tem gerado questionamentos sobre a capacidade da companhia inovar após a morte do visionário Steve Jobs, há dois anos.

O último relatório financeiro apresentado pela companhia em outubro foi o terceiro consecutivo que apontou queda de arrecadação da empresa.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.