Apple armazena por mais de 2 anos tudo o que os usuários perguntam para a Siri

Por Redação | 19 de Abril de 2013 às 15h57
photo_camera BGR

Aparentemente, a Siri é uma assistente inofensiva do iOS e que serve para você 'brincar' com ela. Mas será que ela esquece tudo que você perguntou assim que fecha o aplicativo? Ela até pode esquecer, mas a Apple não. A empresa confirmou nesta semana que armazena todas as perguntas efetuadas à sua assistente por mais de dois anos. A notícia saiu no Cult of Mac.

A Apple manteve sigilo sobre o que fazia com os dados gerados a partir das consultas à Siri desde seu lançamento oficial, junto com o iPhone 4S em 2011. No entanto, depois de alguns questionamentos sobre políticas de privacidade, a porta-voz da companhia Tracy Muller decidiu explicar a todos como funcionam os bastidores da assistente e o que é feito com seus dados.

Tracy explicou que toda vez que um usuário faz uma pergunta à Siri, esse pedido é enviado ao banco de dados da Apple para análise, que é capaz de identificar em um servidor, com base nos comandos de voz, quem está utilizando o aplicativo, ou seja, cada pessoa tem um número de série que lhe classifica dentro do sistema da Apple - o número não mantém as informações disponíveis no seu Apple ID. Assim que sua mensagem completa seis meses, a empresa 'desassocia' a mensagem do seu número de identificação e a mantém armazenada por pelo menos mais 18 meses, e tudo isso, segundo a Apple, é para ajudar a melhorar o sistema de respostas da própria Siri.

Segundo Nicole Ozer, advogada da American Civil Liberties Union e a primeira a questionar a Apple sobre questões de privacidade na Siri, a empresa deveria tornar esse tipo de informação mais acessível para todos os usuários, permitindo que eles tenham acesso às informações sobre como seus dados são usados por determinado serviço antes mesmo de começar a usá-lo. A advogada ainda sugere que as pessoas tenham bastante cuidado com o que 'falam' com a Siri, já que podem acabar revelando dados sensíveis sobre sua família e trabalho, por exemplo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.