Apple abocanhou quase 90% de todo o lucro mobile no último trimestre de 2014

Por Redação | 27 de Fevereiro de 2015 às 11h58
photo_camera Divulgação

Todos já sabem que o iPhone é um dos smartphones mais vendidos do mundo. Não raramente ouvimos falar dos recordes de vendas que o aparelho da Apple consegue ao redor do mundo. Graças a essa popularidade toda, a empresa bateu uma exponencial marca entre outubro e dezembro de 2014, segundo relatório da Strategy Analytics.

De acordo com a consultoria, a Maçã garantiu 88,7% dos lucros do mercado de smartphone nos três últimos meses do ano, que são impulsionados pelas vendas do Natal. Este percentual representa US$ 18,8 bilhões. O Google ficou com os restantes 11,3%, ou US$ 2,4 bilhões, do mercado de smartphones.

Ainda que a companhia de Mountain View tenha se esforçado em tornar o Android mais atraente e mais popular para emplacar mais smartphones, os números mostram que a empresa ainda continua perdendo de longe para a Apple quando o assunto é lucro, já que o ganho da Maçã é oito vezes maior.

Em 2013, a Apple já havia conseguido um percentual bastante alto ao abocanhar 70,5% dos lucros do mercado no mesmo período, o que, na época, correspondeu a US$ 11,4 bilhões. O Google havia ficado com 29,5%, ou US$ 4,8 bilhões.

A explicação para tamanha diferença de lucros do iOS sobre o Android é o fato das fabricantes que utilizam o sistema operacional do Google apostarem cada vez mais em mercados emergentes, onde comercializam dispositivos muito mais baratos do que o iPhone. Desta forma, mesmo que menos unidades do smartphone da Apple sejam comercializadas em relação a smartphones com Android, o fato de serem mais caros compensa muito no lucro obtido.

O relatório ainda aponta que as fabricantes podem começar a olhar com mais atenção para outros sistemas operacionais se o Android continuar a não oferecer uma boa margem de lucro. "A estratégia de produtos premium e de logística da Apple está se mostrando extremamente rentável. A fraca rentabilidade do Android para seus parceiros de hardware pode preocupar o Google no futuro. Se os principais fabricantes de smartphones, como Samsung ou Huawei, não conseguirem lucrar o suficiente com o sistema operacional, eles podem ficar tentados a olhar para plataformas alternativas, como o Windows Phone da Microsoft, Tizen OS da Samsung ou Firefox OS da Mozilla", ressalta o relatório.

No entanto, levando em conta apenas as fabricantes e sistemas operacionais, excluindo, portanto, a venda de aplicativos, quem apostou nos sistemas Windows Phone, Firefox OS e BlackBerry também não conseguiu gerar lucro no último trimestre de 2014.

Para o Google, a marca que mais lhe garante lucro é a Samsung, seguida de perto pela Huawei e Xiaomi, sendo estas duas as maiores fabricantes chinesas de smartphones.

Fonte: http://www.ubergizmo.com/2015/02/apple-achieves-record-smartphone-profits/?utm_source=mainrss&utm_reader=feedly

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.