Apple Watch pode chegar a custar US$ 5 mil, afirma analista

Por Redação | 17.09.2014 às 12:13
photo_camera Divulgação

O Apple Watch foi anunciado oficialmente na semana passada em um grande evento em Cupertino, a casa dos históricos eventos da Apple. Os relógios inteligentes chegarão às lojas apenas em 2015, mas ainda existe muita coisa nebulosa e misteriosa sobre o produto. Ainda não se sabe, por exemplo, a data de lançamento do Apple Watch, nem os valores dos modelos Sport e Edition. A Apple também não revelou detalhes sobre a estimativa de durabilidade da bateria dos relógios e parece que nem todos os recursos foram apresentados. Ou seja, o Apple Watch ainda é um trabalho em processo.

No entanto, analisando os materiais utilizados para a fabricação do dispositivo, é possível chegar a conclusões chocantes. O analista John Gruber fez algumas estimativas que parecem absurdas. Segundo Gruber, o Apple Watch Sport com alumínio e tela de vidro poderá ser vendido a US$ 349. Já a versão tradicional com tela de safira e aço inoxidável poderia ter um valor inicial de US$ 999. A grande surpresa fica por conta do modelo Edition que possui acabamento em ouro 18 quilates e tela de safira. De acordo com o especialista, o modelo poderá aparecer no mercado custando US$ 4.999.

Ainda que a Apple seja conhecida mundialmente por trabalhar com preços acima da concorrência, o Apple Watch Edition pode parecer algo audacioso demais para alguns. No entanto, segundo Gruber, esse é o valor mais baixo possível. Isso porque os materiais são caros.

O Apple Watch Edition não se trata de uma versão banhada a ouro ou que possua uma cor de ouro, mas sim de um pedaço de ouro moldado para ser um relógio. Além disso, os materiais utilizados em sua produção permitem que ele seja mais leve do que a versão em aço inoxidável, que, por sua vez, é mais pesada do que a versão de alumínio. Mesmo com a ausência do ouro, o custo dos demais materiais poderia levar o relógio a exceder milhares de dólares.

Segundo o analista, dependendo da proporção de ouro utilizada no produto, o preço pode subir para até US$ 9.999.

Levando em consideração a concorrência, a Apple pode entrar em vantagem em uma disputa com as marcas de relógios luxuosos, visto que a empresa parece não colocar seu novo produto em concorrência com os smartwatches Android que possuem valores bem menores do que os seus. Assim, a aposta da Maçã é comprar briga com fabricantes como a Rolex.

Um modelo da Rolex com ouro de 18 quilates, similar ao Apple Watch Edition, pode chegar facilmente a US$ 30 mil. Com isso, fica fácil entender porque a Apple não estaria cometendo nenhuma loucura em vender o seu mais luxuoso relógio por até US$ 10 mil.

Porém, a estratégia da Apple de disponibilizar três modelos do Apple Watch abre possibilidade para que diversos tipos de público venham a comprar o seu novo produto, não ficando restrito apenas ao mercado de luxo. Dessa forma, a norte-americana pretende vender o seu relógio para o maior número de pessoas possível.

Fonte: http://www.phonearena.com/news/Apple-Watch-Edition-price-to-start-at-5000_id60775