Apple Pay: vazam imagens que detalham instalação e funcionamento do sistema

Por Redação | 13 de Outubro de 2014 às 17h07

Se os rumores estiverem corretos, a Apple está prestes a dar o pontapé inicial nas operações do seu sistema de pagamentos móvel baseado na tecnologia NFC e no Touch ID, o Apple Pay. E, como sempre acontece quando está prestes a lançar um novo produto ou serviço, a Maçã começou a treinar os funcionários das Apple Stores e das empresas que se juntaram a ela nessa empreitada.

Como nada hoje passa despercebido aos olhos da internet, uma série de imagens do material que vem sendo utilizado no treinamento acabou vazando no domingo (12). Obtidas com exclusividade pelo pessoal do 9to5mac, as imagens revelam o processo de instalação do sistema nos novos iPhones 6 bem como alguns detalhes sobre o processo de transação tanto para os consumidores quanto para os lojistas.

O primeiro set de imagens mostra que o Pay poderá ser configurado através do app Passbook. Para este método, o usuário poderá fazer o processo de configuração tanto pelo passo a passo do iOS 8 quanto por uma nova seção de configurações chamada "Passbook e Apple Pay".

Cartões poderão ser adicionados tanto por uma interface de passo a passo quanto por um novo menu chamado

Cartões poderão ser adicionados tanto por uma interface de passo a passo quanto por um novo menu chamado "Passbook e Apple Pay" nas configurações do iPhone. Tanto cartões de crédito quanto débito são válidos (Imagem: Reprodução / 9to5mac)

A adição de cartões de crédito também poderá ser feita pelo Passbook num processo manual que exigirá a digitação de todas as informações dele. Os que não gostam de inserir os dados manualmente ou têm pressa para cadastrar os dados poderão fazê-lo usando a câmera do iPhone, que escaneará todos os dados e os salvará no app. Os manuais de treinamento indicam que o Passbook poderá armazenar até 8 cartões de crédito e/ou débito diferentes.

Se optar por adicionar o cartão via menu de configurações, usuário terá que inserir os dados manualmente. Apesar disso, tudo indica que haverá uma opção de cadastro automático que utiliza a câmera do iPhone 6 para escanear o cartão e armazenar seus dados

Se optar por adicionar o cartão via menu de configurações, usuário terá que inserir os dados manualmente. Apesar disso, tudo indica que haverá uma opção de cadastro automático que utiliza a câmera do iPhone 6 para escanear o cartão e armazenar seus dados (Imagem: Reprodução / 9to5mac)

Ainda de acordo com o site, o usuário poderá consultar um extrato que contém as últimas transações efetuadas para cada cartão e a opção de entrar em contato com a operadora do cartão ou banco para a resolução de problemas ou divergências que eventualmente poderão surgir. Essas informações, ao que tudo indica, não serão fornecidas pelo iPhone do usuário, mas sim pelas próprias operadoras, que as atualizarão à medida que ocorrerem os lançamentos de crédito e débito no extrato.

Cada cartão cadastrado terá um histórico próprio de transações que poderá ser consultado a qualquer momento. Ao contrário do que se pensa, histórico não ficará armazenado no telefone e será obtido diretamente do banco ou administradora do cartão

Cada cartão cadastrado terá um histórico próprio de transações que poderá ser consultado a qualquer momento. Ao contrário do que se pensa, histórico não ficará armazenado no telefone e será obtido diretamente do banco ou administradora do cartão (Imagem: Reprodução / 9to5mac)

Essa característica, inclusive, é bastante curiosa pois revela que o Apple Pay está intimamente ligado às operadoras e bancos. Graças a essa característica, comenta-se que, por exemplo, um cartão de crédito vencido poderá ser atualizado automaticamente assim que a operadora emitir um novo para o usuário, que apenas receberá uma notificação informando que aquele cartão foi atualizado pela administradora.

O material de treinamento ainda detalha e instrui os funcionários a lidarem com situações inusitadas, como um eventual mal funcionamento do Apple Pay. Nestes casos, um software especial chamado "Apple Pay Demo" estará à disposição do lojista para que ele possa rastrear e determinar se o Apple Pay está com problemas de hardware ou não. Em caso negativo, os usuários serão instruídos a entrarem em contato com o banco ou administradora do cartão para verificar a existência de limite ou saldo ou do que pode estar bloqueando a efetivação da transação.

Sistema poderá armazenar até 8 cartões de crédito ou debito simultaneamente e os atualizará automaticamente sempre que eles vencerem e um novo for emitido pelo banco

Sistema poderá armazenar até 8 cartões de crédito ou débito simultaneamente e os atualizará automaticamente sempre que eles vencerem e um novo for emitido pelo banco (Imagem: Reprodução / 9to5mac)

Apesar dos inúmeros detalhes revelados pelas imagens no fim de semana, ainda não há uma data exata para o que o Apple Pay comece a operar. Muito se fala no fim deste mês de outubro, mas já houve boatos de que ele pode atrasar um pouquinho e só chegar aos iPhones 6 na primeira quinzena de novembro.

No meio de tanta incerteza, uma coisa é bastante clara: a Maçã está promovendo uma verdadeira força tarefa para que todos aqueles que lidarão com a novidade estejam aptos a explicar seu funcionamento para os consumidores, os incentive a utilizá-la e, acima de tudo, possam solucionar eventuais problemas.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.