Apple I vendido pessoalmente por Jobs vai a leilão e deve arrecadar US$ 1 milhão

Por Redação | 05 de Novembro de 2014 às 09h30

Aparentemente, a Apple nunca vai perder sua posição de respeito e grandiosidade no mundo tecnológico. Por anos a marca conquistou e ainda continua conquistando inúmeros consumidores e admiradores ao redor do mundo. Hoje, seus objetos são desejados e cobiçados por muitas pessoas.

Para confirmar essa ideia, recentemente foi anunciado que um leilão a ser realizado no dia 11 de dezembro terá nada mais, nada menos, que um computador Apple I - o primeiro modelo fabricado pela Maçã. Como se isso não fosse surpreendente por si só, a computador é o único que, comprovadamente, foi vendido pessoalmente por Steve Jobs. A expectativa é que o computador, que foi o único que restou do depósito de Jobs e Wozniak no ano de 1976, será a peça mais cara vendida entre as raridades tecnológicas colecionadas por admiradores, e baterá a marca de US$ 1 milhão.

apple i steve jobs

Antes, os leiloadores estimavam que as ofertas pela raridade chegariam à casa dos US$ 400 mil ou US$ 600 mil. Porém, o Henry Ford Museum comprou, na semana passada, outro Apple I que custou mais de US$ 900 mil. Vale lembrar que o outro computador não tinha nada que remetesse à Jobs. Esse, além de ter sido vendido pessoalmente por Steve, está funcionando perfeitamente.

O Apple I é o computador mais importante da história da Maçã e um dos mais importantes do mundo por marcar o início de sua história. À época, Steve Wozniak projetava o computador e Steve Jobs insistia para que o amigo vendesse, junto com ele, suas invenções brilhantes. Com a genialidade de Wozniak e a visão incrível de Jobs, foram feitas cerca de duzentas dessas máquinas, algumas delas vendidas pessoalmente, como a que irá a leilão, para Charles Ricketts.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.