Ano novo, vendas novas. Como se preparar para 2015?

Por Colaborador externo | 06 de Janeiro de 2015 às 13h19
photo_camera Foto:Tashatuvango/Shutterstock

Foto:Tashatuvango/Shutterstock

Por Luiz Pereira*

Nos minutos que separam um ano do outro, as pessoas são tomadas por emoções de mudanças e esperanças. No mundo empresarial, esse tipo de sentimento não é diferente e o pensamento é sempre focado em sucesso e vendas.

E o que fazer para que os desejos se tornem realidade? Sabe-se que fazer as mesmas coisas colhe-se os mesmos resultados. Se faz necessário então buscar diferentes formas para obter diferentes resultados. Em um ano de perspectivas econômicas pouco otimistas como vem se desenhando 2015, é ainda mais necessário planejar, observar o mercado, entender a concorrência e criar oportunidades.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para as lojas virtuais, uma boa estratégia para iniciar o próximo ano com o pé direito é conhecer com maior profundidade o Sortimento dos concorrentes. A tecnologia auxilia o gestor a enxergar como seu concorrente vem categorizando os produtos e ofertas, quais são marcas comercializadas, analisar a profundidade, ou seja, a quantidade de Skus por categoria e por marca além de identificar preço médio dos produtos ofertados numa determinada categoria ou marca, comparando sempre com o seu mix de produtos.

A solução também ajuda a descobrir novas marcas e categorias comercializadas ou mesmo aquelas que estão sendo descontinuadas pelos concorrentes. Somente se diferencia a empresa que sabe exatamente o que o concorrente vende.

Mãos a obra e que 2015 seja um ano de muitas vendas.

Confira quatro vantagens de utilizar a Análise de Sortimento:

Categorias: A loja virtual consegue identificar marcas e produtos que seus concorrentes vendem e comparar com o seu portfólio.

Ruptura: É possível verificar produtos que estão com disponibilidade e os que estão indisponíveis no concorrente, a partir daí criar estratégias em cima da oferta e demanda.

Preço médio: O e-commerce analisa se os preços estão de acordo com os praticados pelos concorrentes. A partir daí, pode-se entender se as lojas atendem à mesma classe.

Público-alvo: É fundamental para uma loja entender seu cliente. Com a Análise de Sortimento é possível identificar se seu preço condiz com o perfil e hábitos de consumo de seu usuário.

*Luiz Pereira é COO da Precifica, primeira empresa do Brasil especializada em precificação inteligente

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.