Android Wear ganha seção dedicada de apps na Google Play Store

Por Redação | 03 de Julho de 2014 às 12h41
photo_camera Divulgação

O Google quer provar que é possível construir um ecossistema simples e realmente útil para dispositivos móveis. E a aposta da gigante das buscas é o Android Wear, uma versão de seu sistema operacional móvel voltada especificamente para smartwatches - e, no futuro, quem sabe outros gadgets, como anéis e pulseiras. Os desenvolvedores já trabalham com o kit de desenvolvimento (SDK, na sigla em inglês) da plataforma, permitindo que os profissionais integrem seus apps no novo software.

Para ter certeza de que os usuários terão suporte suficiente assim que esses acessórios chegarem ao mercado, a companhia lançou nesta semana uma seção na loja online da Google Play destinada a aplicativos que já foram adaptados ao Android Wear (clique aqui para acessar). Até o momento, esse espaço exclusivo conta com 20 ferramentas que já rodam normalmente nos relógios com Android Wear, entre elas Duolingo, Evernote, Glympse, IFTTT e Pinterest, além do Google Maps e dos Hangouts.

A quantidade de recursos deve aumentar até a próxima segunda-feira (7), data de lançamento dos primeiros relógios inteligentes com Android Wear - o Samsung Gear Live e o LG G Watch. Além da seção especial na Play Store, também já está disponível o app oficial do sistema para possibilitar a integração entre smartwatches e celulares. Basicamente, o smartphone não vai "roubar" as funções do Android Wear, mas sim facilitar a visualização de determinados conteúdos e transferir alguns dados direto para o relógio, como agenda e despertador.

Android Wear

App do Android Wear para smartphones integra funções do relógio ao celular. (Foto: Reprodução/Google Play)

Anunciado em março deste ano, o Android Wear leva a experiência dos celulares para o pulso do usuário, só que de uma maneira mais prática e funcional. Um dos recursos mais destacados na Google I/O, conferência para desenvolvedores que aconteceu na semana passada, é o assistente de voz Google Now. Com apenas um comando ("Ok, Google"), o usuário pode fazer buscas na internet, visualizar suas últimas atualizações nos aplicativos de redes sociais, conversar com os amigos por outros apps de mensagens, acessar notícias, ferramentas de fotografia e outras notificações.

A plataforma também pode fazer ligações, enviar mensagens de texto, fazer reservas em restaurantes e até pedir pizza. O gadget ainda conta com funções de alarme, tocador de música, permite controlar outros dispositivos, como smartphones, e terá total integração com o Android TV, sistema do Google voltado para televisores inteligentes que chegará ainda este ano.

O G Watch e o Gear Live já estão em pré-venda nos Estados Unidos e começam a ser vendidos oficialmente a partir do próximo dia 7 de julho, custando US$ 299 e US$ 199, respectivamente. Além da LG e Samsung, a Motorola lançará o Moto 360, o único smartwatch do mercado com formato circular - todos os outros têm display quadrado -, mas que ainda não teve seu preço revelado. Não há previsão de quando esses dispositivos chegarão ao Brasil, com exceção da LG, que já garantiu o lançamento do G Watch ainda em jullho.

Últimas do Android Wear:

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.