Analistas dizem que a situação do mercado de processadores está realmente ruim

Por Redação | 07 de Dezembro de 2012 às 14h10

A empresa de análise de mercado IHS iSuppli deixou bem claro, com suas novas previsões, que o mercado mundial de processadores está indo de mal a pior. Já é possível falar de uma crise no setor, e não apenas em estagnação.

Segundo informações do Computerworld, os analistas da IHS reduziram sua previsão de vendas para o mercado global de processadores. As novas previsões dão conta de que as vendas de processadores em todo o mundo deve cair 2,3% nesse ano.

Se os números previstos pela empresa estiverem corretos, essa será a primeira vez que o mercado de chips enfrentará um declínio anual desde 2009. Seria uma queda de US$ 7 bilhões entre 2011 e 2012. "Uma economia global extremamente fraca resultou em uma demanda baixa por eletrônicos. Como resultado, a indústria de semicondutores caiu da estagnação no primeiro semestre de 2012 para uma crise no segundo semestre", diz Dale Ford, diretor sênior da IHS.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os analistas também acreditam que o mercado de tecnologia está passando por uma transição, onde os softwares e serviços virtuais acabaram deixando os hardwares para trás. "Cinco dos seis principais mercados para os semicondutores, incluindo o principal - computadores - devem ter retração em 2012, diminuindo o desempenho geral do mercado de chips", explica Ford.

Zeus Kerravala, analista da ZK Research, explica que cada vez as pessoas sentem menos necessidade de comprar novos hardwares o tempo todo para se manter atualizadas. "O mercado de tecnologia está em transição, saindo do hardware para um foco maior em software e serviços virtuais", disse. "Nós ainda estamos comprando aplicativos, jogos, filmes e música, mas sentimos necessidade de atualizar nosso hardware com menos frequência. O segmento ficará bem, já que haverá investimentos na nuvem, em aplicações móveis e em virtualização, com isso, o setor de hardware se manterá estável", explica Kerravala.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.