Analista acredita que venda de tablets deverá ultrapassar a de laptops até 2016

Por Redação | 04 de Outubro de 2012 às 17h26

O mercado de PCs vem apresentado uma considerável redução nos últimos meses e os tablets vêm conquistando os consumidores. O analista Richard Shim, da firma NPD Display, acredita que em 2016 o número de tablets vendidos em todo o mundo deverá superar o número de notebooks comercializados no mesmo período. As informações são do TG Daily.

"Os tablets têm oferecido aos consumidores o que eles têm solicitado há muito tempo do mercado de notebooks: ativação instantânea, bateria de longa duração e design mais fino", ressalta Shim. "Esses atributos são a base para permitir a acessibilidade maior e mais fácil de conteúdos e serviços. Claramente, os notebooks ultrafinos são uma resposta do mercado de PCs ao crescimento dos tablets e visam equilibrar o desempenho e conveniência".

iPad

Estima-se que a redução dos custos de produção dos Ultrabooks alavanque o mercado de PCs em 2013

A adoção dos consumidores ao novo formato dos Ultrabooks ficou muito aquém do esperado pelas produtoras e pela Intel, dona do formato. Alguns especialistas afirmam que os altos preços desse tipo de aparelho e a falta de entusiasmo com o formato afastaram os clientes dos Ultrabooks em 2012.

Richard Shim ainda diz que os custos de produção dos novos notebooks vêm apresentando redução e estima-se que a partir de 2013, os consumidores poderão ter acesso a versões mais baratas dos Ultrabooks. "Uma combinação de melhorias na fabricação do vidro mais fino e seu manuseio vai melhorar a produtividade e reduzir os custos dos painéis, um dos componentes mais caros dos PCs ultrafinos", afirma o analista.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.