Amazon registra lucro recorde no 4º trimestre de 2012; ações acompanham

Por Redação | 30 de Janeiro de 2013 às 12h57

Investidores e analistas ficaram muito empolgados com os resultados positivos da Amazon no quarto trimestre de 2012, apresentados nesta terça-feira (29). As ações da companhia também registraram novo recorde no after-market (período de negociações depois do fechamento do pregão) após o anúncio dos seus rendimentos. As informações são da Reuters.

A maior rede de varejo do mundo afirmou que os seus bons rendimentos se devem ao sucesso de seus serviços de armazenamento na nuvem, vendas de conteúdo de vídeo ou streaming de vídeo, crescente rede de armazéns para o atendimento mais rápido dos consumidores e sua expansão no mercado de e-books. Jeff Bezos, atual CEO da Amazon, afirmou que o negócio de livros digitais cresceu 70% em 2012, enquanto o de livros físicos apresentou crescimento de apenas cinco por cento.

O lucro operacional da companhia registrou aumento de 56%, passando de US$ 260 milhões (R$ 516 milhões) registrados no quarto trimestre de 2011 para US$ 405 milhões (R$ 804 milhões) - o lucro líquido da empresa registrou queda, fechando em US$ 97 milhões (R$ 192 milhões) abaixo dos US$ 177 milhões (R$ 351 milhões) de 2011. A receita total da Amazon também registrou crescimento no período de 22%, totalizando em US$ 21,27 bilhões (R$ 42 bilhões).

Amazon logo

Reprodução: Cidade Internet

As margens de lucro bruto registradas pela Amazon chamaram a atenção dos investidores de Wall Street, fechando o trimestre em 24% acima dos 22% estimados pelos analistas. "As margens da empresa estão incrivelmente fortes", afirmou Jordan Rohan, analista da Stifel Nicolaus. "A Amazon gerou a maior margem bruta trimestral entre as empresas da América do Norte em três anos".

No balanço anual, a companhia não se saiu tão bem assim. Apesar do quarto trimestre ter recuperado boa parte das perdas do resto de 2012, a Amazon registrou prejuízo de US$ 39 milhões (R$ 77,5 milhões) nos 12 meses, enquanto em 2011 registrou lucro de US$ 631 milhões (R$ 1,2 bilhão). A receita total da empresa foi de US$ 61 bilhões (R$ 121 bilhões), registrando alta de 27% em comparação aos US$ 48 bilhões (R$ 95,4 bilhões) do ano anterior - o setor de produtos teve crescimento de 23% ao ano, fechando em US$ 51,7 bilhões (R$ 102 bilhões), e a área de serviços encerrou o ano com alta de 60%, com US$ 9,3 bilhões (R$ 18,4 bilhões).

A Amazon também divulgou sua previsão de rendimentos para o primeiro trimestre de 2013, com crescimento entre 14% e 26% em comparação ao mesmo período do ano anterior e com receita girando em torno de US$ 15 bilhões e US$ 16,6 bilhões (R$ 29 bilhões e R$ 33 bilhões).

As ações da companhia, pautadas pelos resultados positivos do trimestre, subiram cerca de 11% no after-market e atingiram US$ 288 (R$ 571), superando o último recorde de US$ 284,72 (R$ 565) registrados no dia 25 de janeiro.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.