Amazon lança dois novos serviços de Cloud Computing

Por Redação | 18 de Novembro de 2013 às 07h25
Tudo sobre

Amazon

A Amazon, que já é líder no mercado de Computação na Nuvem, lançou dois novos serviços de Cloud: um voltado para a execução remota de softwares e outro voltado para aplicativos móveis.

O primeiro é o WorkSpaces, que permite utilizar um PC na nuvem, ou seja, você faz login em qualquer PC, Mac ou tablet e tem acesso a uma janela, como uma máquina virtual, que roda o software da sua empresa. Isso significa que o software não estará instalado em seu PC, e sim rodando pela Internet.

Essa não é uma idéia nova, principalmente com as várias outras empresas do ramo, como Citrix, VMware e Dell atuando no mercado. Esse sistema de execução remota de softwares nunca fez muito sucesso no meio empresarial, devido aos altos custos do serviço e pelo fato de desempenho e confiabilidade não serem os mesmos quando comparados ao uso direto do PC.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

Porém, agora que a Amazon entrou no jogo, talvez empresas de todos os portes passem a utilizar o serviço.

O serviço vem em 4 planos:

  • Standard – 35 dólares / usuário / mês
  • Standard Plus – 50 dólares / usuário / mês
  • Performance – 60 dólares / usuário / mês
  • Performance Plus – 70 dólares / usuário / mês

Cada plano tem acesso ao armazenamento na nuvem da própria Amazon, e eles variam de 50 a 100GB.

O segundo é o Amazon AppStream, voltado para desenvolvedores de aplicativos para celulares e tablets. Ele permite que aplicativos e jogos que fazem um uso pesado de gráficos sejam executados na nuvem, com o usuário tendo apenas que instalar um aplicativo pequeno. O AppStream está disponível para Windows, iOS e Android, mas não para Macs – por enquanto.

O serviço é bem flexível, com vários modos de uso. Todas as especificações e detalhes técnicos estão disponíveis neste link. Nele também é possível se inscrever para um Preview limitado, no final da página.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.