Amazon está testando serviço de assinatura para livros

Por Redação | 16 de Julho de 2014 às 16h50

Imagine se o Netflix também oferecesse livros. É essa a ideia do Kindle Unlimited, serviço da Amazon que ainda está em caráter de testes, mas deu as caras rapidamente nesta quarta-feira (16). Por US$ 9,99 (aproximadamente R$ 23), o usuário tem acesso a mais de 600 mil publicações digitais e sete mil audiobooks em qualquer plataforma que rode o serviço.

Por enquanto, ainda não é possível assinar a funcionalidade, que deve ser integrada aos serviços Prime da Amazon. As páginas relacionadas ao serviço foram colocadas rapidamente no ar durante a tarde, mas não foram removidas sem antes chamar a atenção de alguns usuários. O Google Cache, inclusive, ainda mantém uma cópia não funcional delas, que permite dar uma olhada no visual e também no catálogo de títulos disponível.

A novidade pode ser encarada como uma extensão de um serviço chamado Kindle Owners Lending Library, que oferece uma biblioteca selecionada de títulos para “empréstimo” gratuito, um por mês, desde que o usuário possua um dispositivo da linha Kindle. Entre os títulos estão séries de sucesso como “O Senhor dos Anéis”, “Jogos Vorazes” e Harry Potter, além de grandes publicações de editoras famosas.

A ideia da Amazon seria competir com outros nomes que também oferecem esse tipo de serviço, como o Scribd e o Oyster. A diferença aqui, como sempre, é que a loja online se aproveita de seu nome bastante reconhecido entre os leitores, além das vantagens oferecidas na união do Kindle Unlimited com os outros serviços da empresa, como os que oferecem entregas mais rápidas, frete grátis e streaming de áudio e vídeo.

Por enquanto, oficialmente, não existe nenhum serviço ativo. As páginas foram todas tiradas do ar e não existem declarações oficiais da empresa sobre o assunto. Mas, levando em conta que um catálogo pronto, bem como links de serviço e até mesmo vídeos institucionais já estavam no ar, não deve demorar muito para que a gente veja o Kindle Unlimited sendo revelado oficialmente pela Amazon.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.