Amazon abre loja no Alibaba para aumentar participação no mercado chinês

Por Redação | 06.03.2015 às 18:29

A gigante de vendas online Amazon abriu uma loja de bens importados no site Alibaba Group. O objetivo é aumentar a presença da empresa no enorme mercado chinês. A empresa americana oferecerá sapatos, brinquedos e até comida em sua nova loja que deverá ser lançada no próximo mês no site Tmall.com, do Alibaba. O e-commerce funcionará como um projeto piloto, conforme a empresa afirmou nesta sexta-feira (6).

Segundo a consultoria Analysys International, a loja própria da Amazon na China tem uma pequena participação de apenas 0,8% no varejo online do país asiático. Certamente, o insucesso de seu próprio domínio motivou o lançamento de uma nova loja, agora utilizando a plataforma comercial chinesa.

Por outro lado, o Alibaba controla 75% do mercado por meio de seus sites Taobao Marketplace e Tmall. A empresa possui cerca de 265 milhões de usuários ativos. Mesmo com a possibilidade de incluir sua própria loja dentro dos domínios do Alibaba, a Amazon terá pela frente um mercado chinês bastante concorrido. Há diversos e-commerces que costumam realizar promoções para atraírem os consumidores do país.

A Amazon e o Alibaba são considerados concorrentes em algumas áreas mas, ao contrário da empresa americana, a companhia chinesa não tem produtos próprios, disponibilizando-se unicamente como plataforma comercial.

A Amazon vem focando em levar aos consumidores chineses mais produtos importados, com o intuito de conseguir destaque. Em agosto de 2014, a empresa conseguiu fechar um acordo para implementar "uma plataforma de e-commerce entre fronteiras", uma zona de comércio livre em Xangai, que a Amazon afirma que levaria milhões de produtos de diversos departamentos para os consumidores. No site Tmall, a empresa americana pretende fornecer um maior acesso a bens internacionais de alta qualidade.

Amazon

Já é possível visualizar a loja, onde será ofertada uma variedade de produtos, incluindo brinquedos da Lego, sapatos femininos e até alimentos americanos. Cerca de um quarto das marcas oferecidas na página serão exclusivamente da Amazon e serão entregues pela divisão de negócios da companhia na China.

A Amazon não é a primeira grande empresa a possuir sua própria loja no Alibaba. O site Tmall.com possui outras empresas famosas que disponibilizam seus produtos, como Apple e Samsung.

Fonte: http://idgnow.com.br/internet/2015/03/06/amazon-abre-loja-no-alibaba-para-vender-bens-importados-na-china/