Amazon Appstore apresenta crescimento de 500% em número de downloads em 2012

Por Redação | 07 de Dezembro de 2012 às 12h10
photo_camera Engadget

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (6) que sua loja de aplicativos, a Appstore, apresentou crescimento de 500% em número de downloads realizados em comparação a 2011. Mesmo sem ter uma plataforma móvel própria, a empresa norte-americana viu esse aumento considerável graças ao lançamento da sua linha de tablets Kindle Fire e também pela introdução de novas ferramentas para desenvolvedores. As informações são do GigaOm.

Especialistas acreditam que o crescimento na Appstore da Amazon, que está em operação desde março de 2011, se deve à introdução de seus próprios dispositivos móveis, mais do que pelos aparelhos Android produzidos por outras empresas, pois poucos aparelhos possuem a Appstore pré-instalada, o que faz com que os usuários procurem a Google Play para baixar seus novos aplicativos e tenham que descobrir por conta própria da existência da loja da rede de varejo.

No caso dos tablets da Amazon, não há o Google Play instalado. Isso faz com que os consumidores utilizem o serviço da própria fabricante para acessar, baixar e comprar aplicativos. Baseado nisso, acredita-se que o aumento se deve ao consumo dos dispositivos da empresa ao longo dos últimos doze meses.

Além dos dispositivos móveis, a empresa também tem feito um grande esforço para trazer os desenvolvedores de aplicativos para sua loja virtual, e ainda ontem (6) anunciou o lançamento de uma nova ferramenta destinada a esses profissionais, a A/B Testing. Com a ferramenta, os desenvolvedores poderão fazer testes, visualizar a reação dos consumidores, receber dados de preferência e realizar de forma rápida a atualização do aplicativo, de acordo com os gostos dos consumidores.

A A/B Testing se juntou a uma série de ferramentas para desenvolvedores lançadas pela Amazon desde o início das atividades da Appstore.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.