Acordo para venda da Dell está próximo de ser concluído, afirmam fontes

Por Redação | 01 de Fevereiro de 2013 às 14h55

A Dell, uma das maiores produtoras de computadores pessoais do mundo, está prestes a concluir um acordo de venda, como informam algumas fontes ligadas ao projeto à Reuters. A companhia deverá vender o seu controle a um consórcio formado pelo fundador e CEO, Michael Dell, e pelo grupo de capital privado Silver Lake Partners - acredita-se que a transação deva ser concluída até a próxima segunda-feira (4).

Michael Dell, com a transação, será o acionista majoritário da companhia que, hoje, tem seu valor comercial estimado em US$ 23 bilhões (R$ 45,6 bilhões), enquanto a Silver Lake e a Microsoft controlariam a menor parcela das ações da Dell. O preço final da aquisição não foi revelado e especialistas acreditam que isso não deve ser anunciado até o fim das negociações.

As fontes também informaram que o grupo de capital privado teria conseguido junto a quatro bancos de investimento (Barclays, Bank of America Merrill Lynch, Credit Suisse e RBC Capital) a quantia de US$ 15 bilhões (R$ 29,7 bilhões) para fechar o capital da Dell. A companhia estaria sendo representada pela JPMorgan Chase.

Michael Dell

Michael Dell (Reprodução: Forbes)

Especialistas acreditam que a escolha de fechar o capital da Dell seria ideal para a companhia neste momento em que está tentando se tornar a provedora de todas as soluções para seus clientes empresariais e enquanto o mercado de computadores pessoais encolhe, garantindo menor exposição pública para conduzir essa transação comercial.

Além disso, a empresa norte-americana teria contratado a Evercore e montado um comitê especial de conselheiros para analisar o acordo e ver se ele atenderia às expectativas de todos os seus acionistas, e não apenas de seu fundador que contribuirá com os 16% que detém da companhia para se tornar o acionista majoritário.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.