Ações da Samsung caem e empresa perde US$ 8 bilhões

Por Redação | 03 de Janeiro de 2014 às 17h10

A expectativa de um resultado abaixo do esperado no último trimestre e uma redução no nível de confiança dos investidores levou a Samsung a sofrer uma queda de 4,6% em suas ações nesta quinta (02). As operações do primeiro dia útil do ano resultaram em uma redução de cerca de US$ 8 bilhões no valor de mercado da fabricante, segundo informa o The Wall Street Journal.

Analistas de mercado esperam que a Samsung ainda apresente lucros em seu próximo relatório financeiro, que deve ser divulgado em breve. Porém, o crescimento, principalmente no setor mobile, deve ser bem menor que o registrado em períodos anteriores, o que levou a uma onda de desconfiança sobre a manutenção da posição de liderança que a fabricante coreana tem conquistado nesse mercado.

Entre as razões para esse resultado abaixo do esperado estão a maior competição com outras empresas – como Motorola e Google – além do grande sucesso da própria Samsung. Na mesma medida em que a companhia apresentou números brilhantes sobre a penetração de seus celulares topo de linha, tais resultados também diminuem o mercado a ser atacado, uma vez que cada vez existem menos oportunidades de vendas de aparelhos do tipo.

A primeira ação prática para lidar com os dois problemas seria uma redução nos preços dos celulares, da mesma forma que as rivais têm trabalhado. Só que uma queda nos valores também representa margens menores para a Samsung e, claro, diminuição nos lucros.

A fabricante tenta antecipar essa tendência de desvalorização desde novembro, quando realizou uma conferência justamente para assegurar a seus investidores que os planos de crescimento continuam caminhando. O evento foi capaz de manter o valor das ações estável, mas a chegada de 2014 e a aproximação de novos anúncios das concorrentes parece ter mudado essa situação.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.