Ações da Apple voltam a cair e ficam abaixo da faixa dos US$ 400

Por Redação | 24 de Junho de 2013 às 17h51

As ações da Apple voltaram a cair no pregão desta segunda-feira (24), apresentando redução de 3% em seu valor total e voltando a ficar abaixo da faixa dos US$ 400 (R$ 900). A última vez que os papéis da empresa registraram o valor foi em abril, mês em que foi alcançado o menor valor desde dezembro de 2011, ficando na casa dos US$ 300 (R$ 675). As informações são do Mashable.

A empresa tem buscado nos últimos meses recuperar o entusiasmo dos investidores e sua confiança. Em maio, as ações voltaram a subir para a média de US$ 450 (R$ 1.013), movida principalmente pelos rumores acerca do que a Maçã planejava anunciar durante sua keynote na WWDC 2013 (Worldwide Developers Conference) em São Francisco, Estados Unidos, bem como o anúncio da recompra de ações.

Gráfico ações Apple

Reprodução: Mashable

O declínio no valor das ações após a apresentação na WWDC se deve à previsão do analista Peter Misek, da Jefferies, de que a Apple iria produzir menos iPhones do que o esperado para este ano. Quando a empresa anunciou o iPhone 5, em setembro do ano passado, os papéis registraram o valor máximo de US$ 700 (R$ 1.576) na bolsa norte-americana, mas desde então as as ações perderam quase metade do seu valor devido a problemas em linhas de produção, aumento da concorrência e percepção de alguns investidores, ja que a Apple não possui nenhum outro grande produto para ser lançado.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.