Ações da Apple continuam em queda, e hoje chegaram à marca de US$ 483

Por Redação | 15.01.2013 às 17:41

O preço das ações da Apple caiu para uma marca abaixo de US$ 500 hoje (15), chegando a atingir um mínimo de US$ 483,80, segundo as informações da Nasdaq. Ao longo do dia, os números subiram um pouco, atingindo US$ 498,99. Mesmo assim, a queda apresentada ainda é de 2,52%.

Os relatórios da companhia estão apresentando números ruins desde que o conceituado The Wall Street Journal noticiou, no último domingo (13), que a Apple tinha cortado encomendas de componentes para o iPhone 5 devido à baixa demanda. No dia seguinte, isso refletiu nas ações da empresa na bolsa de valores norte-americana, o que demonstra certa preocupação por parte dos investidores com a capacidade da Apple competir de maneira eficaz no mercado móvel.

Devido à forte repercussão da notícia, alguns especialistas se manifestaram a favor da empresa da maçã, dizendo à CNET que mesmo com a redução nas encomendas de componentes por parte da empresa, a procura pelo iPhone 5 continua forte. Shaw Wu, analista da Sterne Agee, acredita que as ações da Apple podem atingir US$ 840 nos próximos 12 meses.

Fato é que as ações da Maçã estão despencando nos últimos três meses, período em que os papéis apresentaram uma queda de 22%. O valor atual das ações está extremamente mais baixo que a alta atingida nas últimas 52 semanas, de US$ 705,07, apresentada pela Nasdaq. O valor mais baixo atingido no mesmo período foi de US$ 419,55 — não muito distante do que vimos hoje (US$ 483,80).

De acordo com dados do Marketwatch, que registra estimativas e previsões de 54 analistas, a Apple tem um preço-alvo médio para suas ações ao longo dos próximos 12 meses de US$ 735.

Ações da Apple na NASDAQ

Imagem: Nasdaq