Abafada pelo buzz da Apple, Zynga demite silenciosamente 5% dos funcionários

Por Redação | 24.10.2012 às 11:30

A produtora de jogos sociais Zynga anunciou nesta terça-feira (23) que deverá reduzir em mais de 5% sua força de trabalho ao longo dos próximos meses com o fechamento do seu escritório em Boston, Estados Unidos, além de ter planos de encerrar seus estúdios no Reino Unido e Japão.

O anúncio foi feito através de um memorando assinado pelo atual CEO da companhia, Mark Pincus. As medidas deverão afetar mais de 140 funcionários da Zynga, de um total de 2.800.

"Nós não tomamos essas decisões facilmente, assim como reconhecemos o impacto aos nossos colegas e amigos que estiveram nesta jornada conosco. Agradecemos as contribuições incríveis e vamos sentir muito a falta deles", escreveu Pincus. "Esta é a parte mais dolorosa de um plano global de redução de custos, que também inclui cortes significativos nos gastos com hospedagem de dados, serviços de publicidade e de empresas terceirizadas".

CEO Zynga Mark Pincus

Reprodução: CNET

A empresa também irá demitir os funcionários do seu escritório localizado na cidade de Austin, no estado do Texas.

Segundo o CNET, além das demissões, a companhia também vai encerrar 13 jogos antigos e reduzir os investimentos no CityVille, que já não desempenha tão bem quanto o esperado.