A maior do mundo: China terá torre de 1 km de altura até 2018

Por Redação | 01 de Julho de 2014 às 09h15

A China não está medindo esforços para ser uma das atrações mundiais quando o tema é arranha-céu. Menos de um ano após a construção de uma torre suspensa com mais de 838 metros, arquitetos revelaram uma construção ainda mais audaciosa: um quilômetro para a mais alta das torres Phoenix.

Se seguir o cronograma, que prevê a conclusão para 2017/2018, a torre será a maior do mundo quando pronta. Ela será erguida em Wuhan, capital da província de Hubei na China central. As torres terão um design futurista com diversos recursos ecológicos, e terão uma coloração rosada. Quem informou esses detalhes à CNN foi Laurie Chetwood, da Chetsdoows Arquitetos, empresa de design sediada no Reino Unido e responsável pelo projeto.

phoenix china

A mais alta das torres terá 172 metros a mais que a Burj Khalifa, em Dubai. O projeto aguarda aprovação do governo e, caso seja liberado, pode roubar também a atenção da Kingdom Tower, em Jeddah, na Arábia Saudita, que terá mais de um quilômetro de altura, mas estará concluída apenas em 2019.

A região de Wuhan é considerada a “Chicago da China”, por ser um importante centro de transportes. As duas torres irão abranger sete hectares de uma ilha no meio do rio Yangtze, que tem um total de 47 hectares.

Segundo Chetwood, a empresa foi convidada para projetar um edifício icônico em Wuhan e que refletisse a tradição chinesa. Ela explica que o design é inspirado no símbolo da Phoenix chinesa, tradicionalmente duas aves “Feng” e “Huang”, que simbolizam a realeza e também passam a ideia do yin e yang.

As torres terão passarelas suspensas entre elas, que darão acesso a três esferas celestes, que abrigarão restaurantes. A ideia é que a estrutura passe a sensação de planetas orbitando em torno das torres. O local abrigará o maior caleidoscópio do mundo, impulsionado por uma turbina eólica.

phoenix china 2

O projeto também pretende ter um centro comercial no solo imitando estilos arquitetônicos de outros países, como uma rua francesa e outra japonesa.

Não apenas sua magnitude e as atrações chamam a atenção. O prédio será projetado para trazer diversas características sustentáveis, como superfícies que absorvem a poluição para filtrar o ar da cidade, assim como uma tecnologia para arejar e filtrar a água.

O local será equipado com chaminés termais, jardins suspensos de ar e caldeiras de biomassa para reciclagem de resíduos. As torres irão gerar energia o suficiente para seu consumo e também para as proximidades. Segundo informações, a torre Feng irá utilizar tecnologia de ponta enquanto a Huang usará processos renováveis.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.