LG mostrará seu novo desktop all-in-one com Chrome OS na CES 2014

Por Redação | 19.12.2013 às 07:05

A LG anunciou nesta última terça-feira (17) que está trabalhando no seu novo desktop all-in-one baseado no Chrome OS, o Chromebase. Os planos da companhia incluem apresentá-lo pela primeira vez ao público durante a Consumer Electronics Show 2014, que ocorrerá em janeiro em Las Vegas, Estados Unidos.

Em comunicado oficial, a companhia revelou que pretende simplificar o uso dos computadores para todo tipo de usuário combinando simplicidade com design e uma arquitetura poderosa no Chromebase. "O Chromebase é nossa aposta para o futuro dos desktops e nossa expectativa é que ele seja adotado amplamente, tanto por usuários domésticos, quanto por escolas, hotéis e outros negócios", declarou o chefe de negócios de TI, Hyoung-sei Park.

A novidade não pegou ninguém de surpresa. Há algum tempo foram feitas três novas patentes que indicavam novos dispositivos desenvolvidos pela LG em colaboração com o Google e um acordo fora assinado com a Microsoft, que concordou em permitir que a sul-coreana utilizasse sistemas operacionais baseados em Android e Chrome OS. Somando isso ao fato da LG já ter uma história com o Google pela criação do Nexus 4 e Nexus 5, então havia motivos suficientes para acreditar na série de boatos que precedeu o anúncio.

O Chromebase virá com um display IPS Full HD de 21.5 polegadas, 2GB de memória RAM, 16GB de armazenamento interno e um processador Intel Celeron. Além disso, teclado, mouse e uma webcam de 1.3 megapixels com microfones e alto-falantes de 5 watts acompanharão o all-in-one. Para a companhia, essas são configurações mais que suficientes para satisfazer os usuários e oferecer-lhes uma nova experiência. "O Chromebase é um novo fator que expandirá as opções disponíveis para os consumidores que anseiam por uma experiência rápida, simples e segura, seja ela em casa, na escola ou no trabalho", finaliza o comunicado.

Ainda não foi revelada nenhuma informação sobre quando o Chromebase chegará ao mercado, tampouco quanto custará. No entanto, se levarmos em consideração os preços dos Chromebooks, os notebooks que usam o sistema operacional do Google, então podemos dizer que o Chromebase não deverá custar tanto assim.