A Amazon nem chegou ao Brasil ainda, mas já deixou muitas empresas apreensivas

Por Ultradownloads | 10 de Julho de 2012 às 15h15

A maior loja online do mundo deve chegar ao Brasil no quarto trimestre deste ano, mas já está causando certo alvoroço no mercado editorial do país.

Segundo o caderno Link, do Estadão, a Amazon já resolveu as questões de logística relacionadas a seu funcionamento em terras tupiniquins, porém os impostos ainda seriam a causa de alguns problemas. Ainda não se sabe quando a empresa pretende vender seu e-reader, seu tablet (Kindle Fire) e outros ítens digitais, mas já é certo que a porta de entrada da loja online no país acontecerá por meio da venda de livros.

Desde o ano passado, quando a empresa começou a negociar com editoras brasileiras, as livrarias já se posicionaram contra a atuação da Amazon aqui, grande parte com medo de perder sua participação no mercado devido à venda de livros online.

Analisando esses números, especialistas acreditam que a empresa irá dominar entre 50% e 60% do mercado nacional de e-books. Mas não são apenas as livrarias físicas e virtuais que terão nova concorrência: sites de e-commerce, serviços de música (como iTunes) e filmes (Netflix, por exemplo), devem disputar o mercado com a presença da gigante americana.Algumas livrarias já se preparam para essa mudança no mercado criando um acervo de edições físicas convertidas para versões virtuais, mas ainda estão para trás nesse quesito. Para se ter ideia, o catálogo nacional em português possui aproximadamente 11 mil títulos contra quase um milhão no acervo da Amazon.

Para apimentar ainda mais essa disputa, outras multinacionais devem aterrissar no Brasil em breve com serviços de venda de livros online: Google, Apple e Kobo estão entre os nomes.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.