99% dos carregadores falsos para iPhone são perigosos, revela teste

Por Redação | 02.12.2016 às 13:03

Uma empresa de proteção ao consumidor do Reino Unido realizou um teste em larga escala com 400 carregadores falsos para dispositivos da Apple comprados online em oito países diferentes. O resultado foi assustador: 99% dos dispositivos de recarga falharam nos testes de segurança.

Dentre os 400 carregadores avaliados, apenas três tinham isolamento suficiente para proteger contra choques elétricos no teste de segurança mais básico realizado. Isso significa que comprar um produto falsificado para carregar o seu smartphone pode ter consequências nada agradáveis.

"Só compre produtos elétricos de segunda mão que tenham sido testados, e só compre produtos elétricos online de fornecedores confiáveis. Pode custar algumas libras a mais, mas produtos falsificados e de segunda mão são desconhecidos e podem lhe custar a sua casa ou até mesmo a sua vida, ou de um ente querido", alertou Leon Livermore, chefe executivo do Chartered Trading Standards Institute, instituição responsável pelos testes.

Recentemente, a Apple realizou seus próprios testes em carregadores vendidos na Amazon como originais. O problema é que a empresa descobriu que 90% deles eram falsificados. Desde então, a varejista estabeleceu um novo programa que registra vendedores de produtos originais.

O instituo de normas do comércio, responsável pelos testes mais recentes no Reino Unido, deu quatro dicas importantes para verificar a segurança de um novo carregador:

  • Verifique os pinos: conecte o carregador a uma tomada, mas não ligue ou o conecte a outro dispositivo (como o seu smartphone, por exemplo). Se o carregador não se encaixar facilmente, os pinos pode ser de tamanho errado.
  • Marcações: procure dados como o nome do fabricante, a marca, logotipo, modelo e número do lote no carregador. Verifique a marca de segurança (como a CE, por exemplo), mas não confie plenamente nisso, pois elas podem ser facilmente falsificadas.
  • Avisos e instruções: as instruções para os consumidores devem incluir condições e limitações de uso, como operar o carregador, orientações de segurança elétrica básica e detalhes de descarte seguro do produto.
  • Danos: nunca uso um carregador que tenha um cabo desgastado ou outro tipo de dano visível.