40% dos millennials querem ser como Mark Zuckerberg

Por Redação | 20.09.2016 às 21:05
photo_camera Divulgação

Se você nasceu entre 1980 e 1990 e ainda não sabe, seja bem vindo ao mais novo conceito da Sociologia para categorizar aqueles que fazem parte da chamada geração da internet. Os jovens nascidos nessa época cresceram assistindo aos avanços da tecnologia dentro de suas próprias casas, e hoje, graças a ela, trabalham e se comunicam como nenhuma geração anterior foi capaz.

Cercados pela geração que nasceu logo após o fim da Segunda Guerra Mundial — os Baby Boomers —, que hoje tem 45 anos ou mais e possui um emprego estável; pela Geração X, que surgiu em meados da década de 1960 e se estendeu até o fim dos anos 1970; e pela Geração Z, que compreende nossos atuais jovens, que já nasceram conectados à internet e ainda não ingressou no mercado, os millennials são conhecidos por sua constante movimentação e inquietação no trabalho.

Aqueles que se enquadram nessa faixa e têm uma veia empreendedora, certamente sabem muito bem em quem se espelhar para começar o primeiro negócio. Aliás, a onda cada vez mais intensa de startups tem a cara dinâmica e criativa dos millenials. E segundo os resultados de uma pesquisa publicada hoje pela GoDaddy, o ídolo da geração no ramo da criatividade nos negócios é Mark Zuckerberg, o criador e atual manda-chuva do Facebook.

A pesquisa consistia de um questionário que colhia informações sobre empreendedorismo. Metade dos millennials respondentes afirmou que deseja começar um pequeno negócio ou se tornar autônoma nos próximos 10 anos, representando uma percentagem mais alta que a das gerações anteriores.

Quando o assunto era inspiração para os negócios, de todas as gerações envolvidas na pesquisa, 39% responderam que gostariam de seguir o mesmo caminho dos pais ao começar uma empreitada nova. Já entre a Geração Y, quem serviu de modelo inspiracional foi o criador do Facebook, estando no topo da preferência de 40% dos millennials que responderam à pesquisa. Apenas 21% da geração X e 24% dos Baby Boomers disseram que Zuckerberg seria um ótimo modelo a ser seguido.

Fonte: GoDaddy