Irmão de Elon Musk lança programa de cultivo vertical de vegetais em contêineres

Por Redação | 27 de Agosto de 2016 às 11h57

Uma antiga fábrica da farmacêutica Pfizer recheada de contêineres está virando uma espécie de fazenda vertical moderna graças a Kimbal Musk, irmão mais novo do magnata Elon Musk. Lá, ele já fez nascer centenas de folhas verdes, no que pode ser uma alternativa bastante atraente para os futuros agricultores.

Junto de seu parceiro e empresário Tobias Peggs, Musk pretende lançar um programa de incubadora urbana chamado Square Roots, que fornecerá espaço e condições a jovens empresários da tecnologia alimentícia para desenvolver e acelerar suas startups de agricultura vertical. A dupla criará chácaras verticais dentro de 10 contêineres de aço medindo cerca de 30 metros quadrados cada, todos devidamente instalados na antiga fábrica da farmacêutica. Cada minifazenda acomodará fileiras de verduras orgânicas e ervas variadas e será gerida por um jovem empresário interessado nesse novo tipo de cultivo.

Square Roots

Interior de contêiner com um cultivo vertical em andamento (Reprodução: Square Roots)

“São pessoas que estão começando sua jornada empresarial”, disse Peggs. “Elas colocarão a mão na massa no cultivo vertical conosco, mas estaremos aqui para ajudá-las a se tornar futuros líderes no setor alimentício, aonde quer que essa jornada os leve”, declarou o empresário. A dupla está procurando por 10 empresários para serem responsáveis por um contêiner cada pelo período de um ano. Eles terão permissão para vender qualquer produção realizada ali e contarão com os executivos como uma espécie de mentores empresariais.

Square Roots

Conceito de cultivo vertical dentro do contêiner de 30 metros quadrados (Reprodução: Square Roots)

Para cultivar os alimentos, a Square Roots usará uma tecnologia desenvolvida pelas startups Freight Farms e ZipGrow, que trabalham justamente com cultivos verticais. Nos contêineres, as plantas serão cultivadas em água e receberão iluminação por meio de luzes LED, fazendo as vezes da luz solar necessária para o desenvolvimento de cada vegetal.

Apesar de parecer algo antinatural, o cultivo vertical traz várias vantagens com relação ao cultivo tradicional. Por exemplo, cultivar verticalmente economiza cerca de 80% de água em comparação ao cultivo outdoor e exige muito menos espaço para produzir a mesma quantidade de alimentos. E por ser um cultivo indoor, é possível transportar essa ideia para centros urbanos como Nova Iorque, produzindo vegetais frescos que chegarão às lojas e mercados mais rapidamente e eliminando gastos com transporte e conservação.

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.