Conceito de edifício em Londres transforma poluição do ar em gás natural

Por Redação | 08.07.2013 às 07:20

A poluição do ar é um dos principais problemas das grandes cidades e, como era de se esperar, em Londres, Inglaterra, a situação não é muito diferente de outras metrópoles no mundo. O arquiteto Chang-Yeob Lee, formado pelo Royal College of Art, desenvolveu um conceito de prédio inteligente que é capaz de transformar o ar poluído em gás natural, o "Synth[e]tech[e]cology".

Como parte de seu projeto, Lee escolheu a BT Tower, que, em algum momento no futuro, pode ter seu topo equipado com um emaranhado de fibra de carbono e aço, responsável pela captação do ar impróprio e sua transformação em biocombustível. Devido ao seu formato nada convencional, muitas pessoas estão classificando o conceito como uma "teia de aranha".

Prédio Londres poluição gás natural

Reprodução: Deezen

Para funcionar perfeitamente, o sistema deve ser instalado no topo de edifícios muito altos. A complexa estrutura de aço no topo do prédio irá coletar a fuligem presente no ar e outras partículas menores, incluindo o dióxido de carbono. Nanotubos de titânio serão os responsáveis por transformar o dióxido de carbono em gás natural com o uso de água e luz solar. O "Synth[e]tech[e]logy" também pode produzir metanol a uma quantidade anual de até cem metros cúbicos, como informa o The Verge.

Prédio Londres poluição gás natural

Reprodução: Deezen

"A poluição pode ser outra economia", afirma Chang-Yeob Lee. Muitos outros projetos como o do arquiteto já foram desenvolvidos em todo o mundo, mas eram estruturas mais simples do que a projetada por Lee. Confira abaixo um vídeo demonstrativo, em inglês, do projeto: