Calor de metrô londrino vai ser usado em aquecimento doméstico

Por Redação | 29 de Novembro de 2013 às 15h20

Se você já esteve no metrô de São Paulo durante o horário de rush em um dia de calor, sabe como as coisas podem ficar insuportáveis. Agora, imagine se toda essa temperatura pudesse ser reutilizada para aquecer residências? É exatamente o que vai acontecer no distrito de Islington, ao norte de Londres, na Inglaterra.

Em um plano que pretende reduzir em 25% o consumo de energia elétrica da região metropolitana da capital inglesa, o calor emitido por trens e passageiros da Northern Line do metrô será convertido em calefação. Com a ajuda de exaustores, o ar quente será transportado das estações e túneis para uma usina de energia em Bunhill. De lá, servirá para aquecer cerca de quinhentas casas.

De acordo com o site Gizmodo, a iniciativa contará com um investimento equivalente a R$ 19 milhões, obtidos por meio de uma parceria entre a União Europeia e o Conselho de Islington, responsável pela administração do distrito. As obras devem começar no ano que vem.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.