Bilionário fundador da Oracle quer produzir energia em ilha particular no Havaí

Por Redação | 13 de Fevereiro de 2014 às 11h25

Larry Ellison é muito mais do que um bilionário excêntrico. O co-fundador e atual diretor executivo da Oracle agora tem planos de investir em outros tipos de negócios. Ele anunciou essa semana que pretende transformar sua ilha particular no Havaí em um enorme laboratório de criação de energia sustentável.

A ilha Lanai, a sexta maior do Havaí, foi comprada por Ellison em 2012. Estima-se que o negócio deve ter custado cerca de US$ 600 milhões ao bilionário. Segundo o Business Insider, nesta semana Ellison afirmou aos participantes de um evento em Las Vegas que pretende desenvolver energia sustentável no espaço que é praticamente inabitado – a ilha conta com apenas uma escola e tem menos de 3.200 habitantes.

"Será um laboratório para a construção das redes de energia de próxima geração, com duas vias. Será uma mistura de foto-tech (energia solar), com um pouco de captação de vento e, por segurança, gás natural liquefeito”. Para ele, a ilha é um caso “especial”, de um local em que praticamente tudo pode ser usado “para demonstrar que a energia verde pode ser econômica”, explica.

Muito além da energia

Ellison, que já havia transformado o local com um enorme resort, brinca que a motivação seria na diminuição de despesas da ilha. Ele é um dos homens mais ricos do mundo, acumulando uma fortuna superior a US$ 41 bilhões, estimada pela Forbes.

Mas a verdadeira motivação para o projeto seria a de demonstrar como fontes de energia sustentáveis podem ser uma boa saída para os combustíveis fósseis, usados pelos Estados Unidos. “Nós acreditamos que podemos demonstrar que a energia verde pode ser muito econômica. Agora a energia verde é consideravelmente mais cara do que os combustíveis fósseis convencionais”. O empresário ainda complementa dizendo que a ilha de Lanai é pequena o bastante para que o projeto seja rentável.

O ambicioso projeto vai além da geração de energia para fins tradicionais. “Vamos usar a energia solar e a nossa rede de energia eólica para transformar a água do mar em água doce e, com a dessalinização, gerar água potável. Nós acreditamos que podemos fazer isso de uma forma eficaz e usar essa água fresca para a agricultura comercial”.

lanai

Lanai é a 6ª maior ilha do Havaí, em um total de 19

Ellison também explica como a tecnologia está ajudando nas plantações locais. Lanai já cultivou quase 98% dos abacaxis do mundo, mas atualmente esses abacaxis são cultivados na Costa Rica e no Panamá, devido ao alto custo da produção norte-americana. A solução estaria no gerenciamento digital das plantações.

“Estamos usando computadores para distribuir a água por meio da irrigação. Há sensores nas cabeças de irrigação para que o sistema saiba quando é a hora de ligar e desligar. Se parte do campo está na sombra, você coloca menos água nesse espaço. Se parte do campo conta com um teor ácido mais alto, você precisa fertilizar essa parte de forma diferente”, complementa.

O empresário ainda garante que está preparando os agricultores locais para cuidarem de seus negócios, além de oferecer orientação para que haja uma melhora na produção. “Isso será a agricultura entre 20 a 30 anos a partir de agora. Estamos tentando modelar tudo isso e fazê-lo de uma forma muito rentável. Se os abacaxis estão crescendo dessa forma maravilhosa, vamos descobrir como levá-los para o mercado”, acredita.

Ellison, que também é dono de uma companhia aérea, acredita que pode distribuir os abacaxis para a Ásia, popularizando o produto de sua região. “Podemos enviar os produtos de Lanai para Honolulu e, em seguida, enviá-los para o Japão. Produtos frescos colhidos na quinta-feira podem aparecer em um restaurante japonês ou chinês na sexta-feira”.

O bilionário também aproveitou a ocasião para divulgar os projetos sociais que criou envolvendo os moradores da ilha. “Achamos que se fizermos um bom trabalho de cuidar dos habitantes, os moradores irão fazer um bom trabalho de cuidar dos nossos visitantes”, finaliza.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.