Game of Thrones: 12 previsões para a sétima temporada da série

Por Caio Carvalho RSS | em 06.07.2016 às 11h11

Game of Thrones

Atenção: este artigo contém spoilers!

Enquanto George R. R. Martin não entrega o sexto livro das Crônicas de Gelo e Fogo, a série televisiva baseada na obra do autor segue a todo vapor. Mas como tudo que é bom acaba, estamos a apenas dois anos do encerramento de Game of Thrones, e as teorias, especulações e expectativas do que vai acontecer daqui para frente são as mais surpreendentes possíveis, pois encerram uma das produções mais caras e de maior audiência da TV norte-americana.

Mesmo com estreia prevista para o ano que vem, o sétimo ano do seriado promete ser uma prévia do que vamos acompanhar das batalhas e desfechos dos nossos personagens favoritos (ou menos favoritos). Por isso, o Canaltech separou 12 previsões sobre o que esperar da sétima temporada de Game of Thrones. Veja abaixo.

Daenerys e seu exército demoram, mas chegam a Porto Real

Game of Thrones

Comecemos pela cena que encerrou o sexto ano da série: Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), seus aliados e seus três dragões aparecem em milhares de navios se dirigindo para algum lugar. O mais provável é que a não-queimada finalmente esteja a caminho de Westeros - mas sem dispensar algumas paradas antes de se encontrar com Cersei Lannister (Lena Headey), que se apossou do trono de ferro após explodir o Grande Septo de Baelor com fogo vivo.

Até chegar lá, tudo indica que Daenerys deve auxiliar os Greyjoy a retomar o controle das Ilhas de Ferro, que agora pertencem a Euron Greyjoy (Pilou Asbæk). Também é possível que a nascida da tormenta faça uma breve passagem por Dorne e se prepare para desembarcar com todas as forças em Porto Real.

Os Starks (ou o que sobrou deles) vão se reunir por completo...

Game of Thrones

Desde a primeira temporada, os Starks, um a um, foram se distanciando cada vez mais um do outro. Aqueles que não tiveram um destino trágico tomaram rumos que parecia ser impossível uma reunião entre pelo menos dois membros familiares. Só que, para a nossa surpresa, Sansa (Sophie Turner) e Jon Snow (Kit Harington) protagonizaram um dos encontros mais emocionantes da história da série, quando a garota, após escapar de Ramsay Bolton (Iwan Rheon), se reuniu com irmão bastardo na Muralha.

Juntando as peças do final do sexto ano, tudo indica que os dois podem rever seus irmãos mais novos que eles pensam estar mortos. Isso porque Bran (Isaac Hempstead-Wright) está de volta à Muralha, e Arya (Maisie Williams) retornou para Westeros. Agora que faltam apenas mais duas temporadas para o fim de Game of Thrones, faz sentido que a família Stark, dilacerada desde a morte de Eddard Stark (Sean Bean), consiga ao menos se reunir.

... Mas um deles poderá causar a ruína da Casa Stark

Game of Thrones

Mesmo que os irmãos Stark se reúnam por completo, é sempre bom lembrar que isso não é sinônimo de final feliz. Afinal, estamos falando de um programa baseado na obra de George R. R. Martin. E é aí que entra uma pista deixada em "The Winds of Winter" e que já está entre as principais especulações nos fóruns e discussões de Game of Thrones.

No capítulo final da sexta temporada, Lord Petyr Baelish (Aidan Gillen) e Sansa tiveram uma conversa que, agora na sétima temporada, pode culminar em uma briga entre a nova Lady de Winterfell e Jon Snow. Aparentemente, Baelish conseguiu plantar a semente da discórdia na garota ao sugerir que ela não levou crédito algum pela derrota de Ramsay na Batalha dos Bastardos. Isso levando em consideração que Jon e o resto dos selvagens teriam morrido se ela não tivesse chegado com os Cavaleiros do Vale de Arryn no último momento. O próprio Jon disse à Sansa que ela é quem deveria assumir o controle de Winterfell.

A questão é que Sansa nunca foi de tomar decisões próprias, pois ela sempre acabava influenciada por outras pessoas. Em partes, isso mudou nos últimos episódios, principalmente depois que a jovem assistiu Ramsay ser devorado pelos próprios cães - talvez tenha sido o gatilho para um grande plot twist, já que Ramsay diz que ele "é parte dela agora". Além disso, a premissa original de George R. R. Martin para os livros das Crônicas de Gelo e Fogo era que Sansa seria uma traidora, algo que não foi usado na obra literária, mas certamente poderia ser aproveitado na série de TV.

Jon Snow descobrirá quem são seus verdadeiros pais

Game of Thrones

Outra teoria muito aguardada pelos fãs foi confirmada em "The Winds of Winter": Jon Snow é mesmo filho de Rhaegar Targaryen e Lyanna Stark, o que o faz ser sobrinho de Daenerys, irmã mais nova de seu pai. Jon pensa ser filho de Ned Stark com outra mulher que não é Catelyn Stark (Michelle Fairley), então ele nem faz ideia de que o sangue Targaryen corre em suas veias, desencadeando alguns eventos que só devem acontecer na última temporada - como um encontro com Daenerys, por exemplo.

Como uma nova reunião Stark pode estar nos planos da sétima temporada, Jon poderia descobrir seu real parentesco, especialmente agora que Bran é o único que sabe de toda a verdade. Já que o garoto está na Muralha, ele deve tentar encontrar uma forma de chegar até Jon para lhe contar o que descobriu. E aqui entra um fato interessante: será que Bran viu que Jon poderia ser Azor Ahai, o herói que salvará Westeros dos Caminhantes Brancos? Nas visões que o jovem teve, ele viu a explosão de fogo vivo causada por Cersei antes disso acontecer. Se Bran sabe do potencial de Jon, este seria um ou o principal motivo para querer se encontrar com seu irmão mais velho.

No entanto, o que mais deve sacudir os Sete Reinos é como Jon Snow vai reagir a essa revelação. Ele continuará como Rei do Norte, e consequentemente apoiando Sansa e as outras casas nortenhas? Ou deixará de vez o que lhe resta de Stark? É o que vamos saber no ano que vem.

Arya se encontrará com Melisandre e o Cão de Caça

Game of Thrones

Ainda falando dos Starks, Arya deve continuar em busca dos nomes restantes em sua lista para concluir sua vingança contra os Starks - o último deles foi Walder Frey (David Bradley), morto após ter a garganta cortada, exatamente como sua mãe, Catelyn, foi assassinada durante o Casamento Vermelho, na terceira temporada. Agora, quem sabe não seria a hora para dar uma pausa e fazer uma visita a Winterfell?

Só que, antes de chegar em casa, Arya pode se cruzar com outro alvo de sua lista: ninguém menos que Melisandre (Carice van Houten), que, como você deve se lembrar, foi expulsa por Jon Snow após este descobrir que a sacerdotisa vermelha queimou viva Shireen Baratheon (Kerry Ingram). Melisandre está indo em direção ao Sul, enquanto Arya pode estar a caminho do Norte. Aliás, um encontro entre as duas personagens já foi previsto pela própria Melisandre, na terceira temporada: na época, Arya, que acompanhava a Irmandade Sem Bandeiras, ouviu da mulher de vermelho que as duas se encontrariam novamente.

Também vale lembrar que Melisandre sabe de muitas coisas da família Stark que Arya desconhece, como o fato de Jon Snow e Sansa estarem vivos. Isso sem contar que ela foi responsável por trazer Jon de volta à vida, o que, teoricamente, poderia fazer com que Arya pense duas vezes antes de riscar o nome de Melisandre de sua lista.

Outro personagem com quem Arya e Melisandre podem se encontrar é Sandor Clegane (Rory McCann), o Cão de Caça. Ele agora acompanha os membros restantes da Irmandade Sem Bandeiras, o mesmo grupo de ladrões que acolheu a jovem Stark na terceira temporada, e todos também estão bem próximos um do outro, o que pode ocasionar um encontro inevitável.

Bran terá mais flashbacks

Game of Thrones

Se o Corvo de Três Olhos sabe tudo, por que não compartilhar essas visões com o público? Se depender do que aconteceu na sexta temporada, é possível que Bran volte novamente no tempo para visitar momentos chaves da história que permeiam todos os personagens de Game of Thrones. Uma boa memória seria algo sobre a relação de Rhaegar e Lyanna - especula-se que ele teria violentado a irmã de Ned, mas não foi confirmado.

Jaime terá de escolher entre apoiar Cersei ou Tyrion

Game of Thrones

Com Cersei sentada no trono de ferro e Daenerys rumo a Westeros, um embate entre as duas rainhas é praticamente inevitável. Mas os conflitos não vão se limitar por aí: a família Lannister deve ter um grande protagonismo na próxima temporada, e Jaime (Nikolaj Coster Waldau) estará no centro de um dilema que, inevitavelmente, o colocará em uma crise de consciência que culminará em duas opções: ou apoiar sua irmã e amante Cersei, ou ficar do lado de seu irmão mais novo, Tyrion (Peter Dinklage), que está indo para Porto Real junto de Daenerys.

Desde a primeira temporada, Jaime sempre defendeu os interesses dos Lannisters, principalmente aquilo que diz respeito a ele, Cersei e seus filhos com ela. Contudo, o Regicida pode questionar essa lealdade à sua irmã, ainda mais agora que esta se proclamou Rainha dos Sete Reinos e causou, mesmo que indiretamente, a morte de seu filho mais novo, Tommen Baratheon (Dean-Charles Chapman). Além disso, na quarta temporada, Jaime ajudou Tyrion a fugir de Porto Real depois que Cersei o acusar de envenenar seu primogênito, Joffrey Baratheon (Jack Gleeson), o que seria um indicativo de que Jaime tem mais sensibilidade para com seu irmão do que para com a irmã.

Há ainda uma parte da profecia que Cersei ouviu de Maggy, a Rã, quando era criança e que ainda não apareceu na série: de que, após perder seus três filhos e se tornar Rainha, ela seria morta pelo "irmão mais novo". Tyrion odeia Cersei, mas Jaime também é seu irmão mais novo - eles são gêmeos, mas Jaime saiu da barriga da mãe depois de Cersei. Mesmo sem termos ideia sob que circunstâncias isso poderia acontecer, sem dúvida seria uma ótima reviravolta na história dos Lannisters e uma trágica conclusão na passagem de Cersei pela série.

A volta dos que não foram: Gendry

Game of Thrones

A sexta temporada de Game of Thrones marcou o retorno de vários personagens mortos ou desaparecidos. Quer exemplos? Jon Snow, Benjen Stark (Joseph Mawle), Peixe Negro (Clive Russell), Walder Frey e até Bran Stark, que não esteve na quinta temporada. Logo, por que não trazer de volta Grendy (Joe Dempsie)?

Faz tanto tempo que o personagem se tornou uma das lendas do seriado, virando até motivo de piada na internet. No entanto, seu papel ainda é de suma importância para os Sete Reinos, especialmente agora com outra guerra pelo trono de ferro prestes a começar. Gendry é o único Baratheon vivo, o que o torna herdeiro legítimo do trono, mais do que Daenerys e Jon Snow (agora Targaryen). Em todo o caso, segundo a Wikia oficial da série, Gendry ainda está vivo, o que dá uma certa esperança de que ele retornará até o encerramento do seriado.

Clegane Bowl

Game of Thrones

Levando em consideração a posição geográfica dos personagens no mundo de Game of Thrones, esta é uma teoria que, aparentemente, está fora de cogitação na série. Mas como a sexta temporada foi bastante fan service, graças à Torre da Alegria e ao retorno de Jon Snow, quem sabe os produtores não coloquem os irmãos Clegane para um duelo de onde apenas um sairá vivo?

O nome "Clegane Bowl" é uma referência à final do campeonato de futebol americano, o Super Bowl. Na série, o termo diz respeito ao enfrentamento dos irmãos Sandor e Gregor Clegane (Hafþór Júlíus Björnsson), respectivamente o Cão e o Montanha. Ambos foram dados como mortos, mas retornaram ao seriado: o Cão sobreviveu ao ataque de Brienne de Tarth (Gwendoline Christie), enquanto Montanha foi reanimado pelo Meistre Qyburn (Anton Lesser).

O problema é que os dois irmãos estão longe um do outro, o que dificulta um enfrentamento entre eles. Mas como o seriado é cheio de surpresas, não custa imaginar que isso possa acontecer no próximo ano.

Um ou mais dragões de Daenerys podem estar em perigo

Game of Thrones

Daenerys nunca esteve tão perto de Westeros como agora. Mas é quase certo que entre ela e o trono de ferro estará Euron Greyjoy, que assumiu o comando das Ilhas de Ferro e que está construindo sua frota de navios para, eventualmente, se posicionarem contra a descendente da linha Targaryen. Talvez Euron não seja uma ameaça tão grande quanto àquela que Dany irá encontrar em Porto Real quando se cruzar com Cersei, mas ele pode desestabilizar a personagem ao destruir aquilo que ela tem de mais precioso: seus dragões.

Conforme os animais foram crescendo, o poder de dominância de Daenerys quase não foi abalado. E vamos concordar que é quase impossível discutir com alguém que controle três gigantescos dragões que cospem fogo. Por isso, seria interessante ver essa supremacia ser abalada se um dos dragões morresse - no caso, pelo exército de Euron Greyjoy, que, mesmo não sendo capaz de vencer Daenerys, conseguiria provar que nem mesmo a mãe dos dragões é invencível.

Sam descobrirá coisas importantes na Citadela

Game of Thrones

Embora tenha ficado um tanto apagado na sexta temporada, Sam (John Bradley-West) conseguiu chegar na Citadela, o local que reúne os segredos do mundo de Westeros e onde ele irá estudar para se tornar Meistre. E tudo leva a crer que suas pesquisas serão de extrema importância na estreia da próxima temporada, principalmente no que diz respeito aos Caminhantes Brancos. Um detalhe: Sam roubou do pai sua espada de aço valiriano, um dos únicos materiais capazes de eliminar os Caminhantes. Isso, aliado com o fato de que Sam entende que eles são o verdadeiro inimigo, devem pavimentar o caminho para que o personagem conheça mais sobre essa ameaça e ajude Westeros.

A Muralha cairá

Game of Thrones

Se o inimigo real são os Caminhantes Brancos, quando eles irão marchar contra Westeros? Se depender de todas as previsões anteriores, isso só vai acontecer no final da sétima temporada quando, possivelmente, a grande muralha de gelo virá abaixo. Como isso será exibido na telinha, ainda não sabemos, mas especula-se que Bran Stark será o responsável por abrir uma passagem que vai permitir a entrada do Rei da Noite e seu exército para além da Muralha.

Na metade da sexta temporada, Bran, sem a companhia do Corvo de Três Olhos, usou seus poderes de warg e acabou sendo tocado pelo Rei da Noite. Isso, segundo algumas teorias, marcou o garoto para sempre, e como ele está na Muralha, é provável que essa marca destrua a magia que protege o muro de gelo que separa Westeros dos Caminhantes Brancos.

Game of Thrones

Outra hipótese levantada pelos fãs está ligada ao Berrante de Inverno, também conhecido como o Berrante de Joramun. De acordo com lendas antigas, Joramun usou seu berrante mágico para acordar os gigantes da terra, mas caso ele seja usado de novo, poderia derrubar a Muralha. Na série, Mance Rayder (Ciarán Hinds) disse ter encontrado o berrante, que acabou sendo destruído junto com Mance quando este foi executado. Só que o berrante em questão era falso, e o original, segundo Tormund Giantsbane (Kristofer Hivju), nunca foi encontrado.

Antes de se despedir de Bran, Benjen Stark confirmou que há uma magia na Muralha que impede que os mortos passem para o outro lado. Com a queda da Muralha numa eventual season finale do sétimo ano, o Rei da Noite e seus seguidores se consolidariam como os principais vilões para a oitava e última temporada de Game of Thrones.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome