CES

Xiaomi Mi Mix [Hands-on - CES 2017]

Por Igor Lopes RSS | em 06.01.2017 às 15h03

O Xiaomi Mi Mix foi lançado em outubro na China e, desde então, muitos espectadores aqui do Canaltech têm pedido para fazermos um review dele. Ainda não conseguimos importá-lo, mas demos de cara com ele aqui na CES 2017. Trata-se de um phablet com tela de 6,4 polegadas e que praticamente não tem bordas.

O dispositivo é fruto de uma parceria da chinesa com o renomado designer Philippe Starck e vem com corpo feito todo em cerâmica e praticamente sem bordas em três de suas quatro extremidades. Essa característica faz o aparelho aproveitar incríveis 91,3% de sua área útil para exibir imagens - uma proporção que nenhum outro dispositivo apresenta na atualidade. Para se ter ideia, o iPhone 7 Plus usa apenas 67,7% de sua área útil para imagem, enquanto o Google Pixel XL usa 71,2%.

Para alcançar essa façanha, a Xiaomi retirou o alto-falante que tradicionalmente fica na parte superior da frente dos smartphones e o substituiu por cristais piezoelétricos instalados por baixo do display. A câmera frontal, por sua vez, foi deslocada para a parte inferior do aparelho e, segundo a fabricante, ocupa apenas metade do espaço que normalmente esse tipo de câmera exige.

Também chama atenção a resolução da tela do Mi Mix: 2.040 x 1.080 pixels, o que lhe confere uma taxa de aspecto de 17:9. Os contornos de ouro 18 quilates ao redor da câmera traseira e do sensor de impressões digitais aparecem como um atrativo a mais na edição especial do aparelho. É tanta pompa que pode deixar alguns usuários céticos em relação às especificações técnicas - desconfiança que não se confirma, diga-se de passagem.

O Mi Mix vem equipado com um processador Snapdragon 821 de 2,35 GHz, bateria com capacidade de 4.400 mAh e suporte à tecnologia Quick Charge 3.0, câmera traseira de 16 megapixels e frontal de 5 megapixels. O aparelho chegará às lojas em duas opções de configuração: a mais modesta vem com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, enquanto a edição especial traz 6 GB de RAM e 256 GB de armazenamento UFS 2.0.

Mantendo sua política de bom custo-benefício, a Xiaomi está comercializando o Mi Mix a partir de US$ 516 na China. A versão mais parruda e chique do aparelho, com os contornos em ouro 18 quilates, chegou com preço equivalente a US$ 590. Não é à toa que todos os estoques do produto acabaram em apenas 10 segundos durante o lançamento. Ainda não há previsão do aparelho chegar no Brasil ou em qualquer outro país da América ou Europa. Mas assim que conseguirmos comprar o nosso, prometemos um review especial pra vocês.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome