Nova política do Google AdWords proibirá alguns anúncios de empréstimos

Por Redação | 12 de Maio de 2016 às 02h19

A partir do dia 13 de julho, estarão proibidos anúncios de empréstimos e demais ofertas predatórias de crédito pelo Google AdWords na internet. A mudança nas políticas da ferramenta foi publicada nesta quarta-feira (11) no blog de políticas públicas do Google.

Serão banidos, portanto, anúncios de serviços financeiros considerados predatórios, como aqueles com taxas altíssimas de juros ou prazo muito curto para pagamento. David Graff, diretor de políticas globais de produtos do Google, disse que “quando estávamos revisando nossas políticas, a pesquisa mostrou que esses empréstimos podem resultar em pagamentos inacessíveis e altas taxas de inadimplência, então estaremos atualizando nossas políticas globalmente”.

Somente em 2015, o Google bloqueou 780 milhões de anúncios — número 50% superior ao do ano anterior — por se tratarem de golpes, como o uso de informações pessoais dos usuários para falsificações. “Quando anúncios são bons, eles conectam pessoas a marcas, empresas e produtos úteis e interessantes. Infelizmente, nem todos os anúncios são assim — alguns são de produtos falsos ou prejudiciais, ou procuram enganar os usuários a respeito do negócio que representam”, explicou Graff.

A medida protegerá melhor os usuários contra este tipo de problema e não afetará as companhias de crédito que trabalham nos conformes da lei. Ofertas de crédito de instituições confiáveis que anunciam financiamentos para a compra de carros e casas, cartões de crédito e empréstimos estudantis continuarão permitidos, uma vez que o intuito não é negar a oferta de empréstimos à população, mas, sim, proteger os usuários contra golpes disfarçados de crédito fácil.

Fonte: Google Public Policy Blog

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.