Apple explica como profissionais de marketing podem utilizar o iBeacon

Por Redação | 04 de Dezembro de 2015 às 09h45

O iBeacon é uma tecnologia que funciona como uma espécie de GPS para ambientes internos. Recentemente, a Apple solicitou a patente de um aplicativo que pode utilizar a rede iBeacon para rastrear usuários de iPhones com uma espécie de Identificador Único Universal.

Os Beacons são pequenos dispositivos sinalizadores que podem ser posicionados em ambientes fechados e que possuem a capacidade de se comunicar com outros dispositivos. Já o iBeacon (com "i") é um dispositivo da Apple que se comunica por Bluetooth com smartphones ou tablets com iOS 7 ou posterior. Uma vez que o usuário passa perto de um dispositivo com esta tecnologia, o Bluetooth do seu smartphone vai detectar um iBeacon nas proximidades.

Apesar da tecnologia iBeacon existir há algum tempo, ela ainda não emplacou completamente. No entanto, os desenhos anexados na patente da Apple dão ideia de como empresas podem utilizar este recurso para segmentar seus anúncios. Uma das formas de aplicar o iBeacon no marketing de produto é enviar anúncios para o iPhone de um consumidor quando ele passar por determinada prateleira em uma loja, por exemplo.

Este "ping" pode ser usado para ativar um aplicativo específico, enviar uma mensagem ou uma notificação para o telefone. O exemplo óbvio disso seria você passar por uma Starbucks e, logo ali, um iBeacon instalado na cafeteria se conectaria com seu iPhone. Automaticamente, o app da Starbucks poderia oferecer-lhe um desconto de 10% na loja pela qual você acabou de passar.

Um exemplo de ofertas que os usuários receberiam em seus iDevices ao passar por um dispositivo iBeacon instalado em uma loja:

iBeacon

Imagem: Reprodução

Em sua patente, a Apple explica que o sistema tem potencial para coletar informações sobre os usuários do iPhone, incluindo seus endereços residenciais: “Tais informações pessoais podem incluir dados baseados em localização, endereços, identificadores de contas de assinantes ou outras informações de identificação”, diz o documento.

iBeacon

Quando o iBeacon envia um sinal para um iPhone ou iPad, os gerentes da loja podem, em seguida, acompanhar os resultados em um painel como este (Imagem: Divulgação)

Do ponto de vista do consumidor, isso pode ser um pouco assustador, afinal nos mostra o poder da vasta rede de vigilância comercial da Apple. No entanto, esta pode ser uma grande ferramenta para criar estratégias de marketing de proximidade e aumentar a personalização de ofertas das marcas.

Com informações do Business Insider

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.