Atualização do Chrome causou “morte” de Macs em todo o mundo

Por Felipe Demartini | 25 de Setembro de 2019 às 12h15

A Google assumiu responsabilidade sobre uma falha catastrófica que “matou” muitos computadores com macOS desde esse começo de semana. O problema, que impede os computadores de reiniciarem após um desligamento ou reboot, está associado a uma atualização do navegador Chrome, que acabou corrompendo o sistema de arquivos do sistema operacional da Apple.

A falha em massa começou a ser reportada na manhã de segunda-feira (23) e atingiu com mais força os editores de vídeo e as produtoras de cinema. Inicialmente, se acreditou ser um problema com o Media Composer, um software da Avid usado justamente por esse nicho e elo comum entre todos aqueles que indicaram estarem sofrendo com a falha nos fóruns oficiais da Maçã.

O usuário comum, entretanto, não precisa se preocupar tanto com o problema, uma vez que ele atinge apenas aqueles que desabilitaram um recurso chamado System Integrity Protection (SIP), que impede a modificação de dados protegidos do sistema operacional por softwares não assinados pela própria Apple. A funcionalidade vem ativada por padrão, mas mais uma vez, os profissionais do vídeo foram os mais atingidos pois o desligamento dela é necessário para utilização de placas de vídeo externas.

Em resposta ao problema, a Google removeu a atualização de seus servidores para todos os usuários do Chrome. Além disso, aqueles que usam o macOS a partir da versão 10.9 estão seguros, enquanto todos os outros afetados devem realizar um procedimento complexo, ligando o computador em modo de recuperação e acessando o Terminal para rodar os seguintes comandos:

chroot /Volumes/Macintosh HD [note: “Macintosh HD” is the default]

rm -rf /Library/Google/GoogleSoftwareUpdate/GoogleSoftwareUpdate.bundle

mv var var_back # var may not exist, but this is fine

ln -sh private/var var

chflags -h restricted /var

chflags -h hidden /var

xattr -sw com.apple.rootless “” /var

Após esse procedimento, uma reinicialização será necessária para fazer com que os comandos funcionem e removam a atualização do Google Chrome do sistema. O processo pode demorar na medida em que o macOS recupera as partes prejudicadas do sistema operacional, mas a ideia é que, com o fim dele, tudo deve ser retornado ao seu estágio normal.

De acordo com informações da imprensa internacional, “algumas dúzias” de computadores foram atingidos pela falha antes que elas fossem detectadas pela Google. O problema teria causado caos nos estúdios da emissora americana ABC, com todo o trabalho de edição da última temporada da série Modern Family sendo interrompido quando as máquinas usadas pelos profissionais simplesmente deixaram de funcionar.

Fonte: 9to5 Mac, Variety  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.