Linux 4.7 chega ao fim da vida; usuário devem atualizar para o Linux 4.8

Por Redação | 24 de Outubro de 2016 às 11h19

Linus Torvalds anunciou no começo deste mês que a versão 4.8 do kernel do Linux estava disponível para todo mundo baixar. Agora, nesse fim de semana, a entidade que mantém o sistema operacional livre apontou que a versão 4.7 do kernel deixará de receber suporte, tendo chegado ao fim de sua vida.

Isso significa que os usuários têm de atualizar o sistema para sua versão mais recente - mesmo que ela tenha sido lançada com alguns bugs que irritaram o criador do sistema. Os mais apegados ao 4.7, no entanto poderão migrar para o último branch do kernel, o 4.7.10, que é o último a receber atualizações.

"Todos os usuários da série 4.7 do kernel devem atualizar", alertou Greg Korah-Hartman em anúncio oficial publicada na lista Linux-Kernel Archive. "Fiquem atentos, esta [a versão 4.7.10] é a última versão estável do kernel 4.7.y a ser disponibilizada e chegou ao seu fim de vida. Por favor, atualizem para a versão 4.8.y daqui em diante", aconselhou o desenvolvedor do sistema.

Entre melhorias e adições, o Linux 4.7.10 traz um total de 49 alterações, 411 inserções e 172 exclusões em seu código fonte. As novidades incluem melhorias de desempenho nos sistemas de arquivos EXT4, Btrfs, Debugfs, FUSE e ReiserFS, algumas mudanças na arquitetura ARC e no framework de criptografia do sistema do pinguim. Vários drivers também foram atualizados, incluindo das placas wireless Broadcom b43 e brcm80211.

O núcleo 4.7.10 do Linux pode ser baixado neste link, mas o recomendado é que os usuários atualizem imediatamente para a versão 4.8 do sistema para não correrem riscos de segurança futuros.

Fonte: Linux-Forum Archive