Valve anuncia que fomentará o desenvolvimento e divulgação do Linux

Por Redação | 05 de Dezembro de 2013 às 17h31

A Valve, criadora da mais famosa plataforma de distribuição digital de jogos que se tem notícia, anunciou na última quarta-feira (4) que se comprometerá a fomentar o desenvolvimento do Linux. Conhecida também por jogos como Half-Life e Left 4 Dead, a empresa disse que passará a fazer parte da Linux Foundation e contribuirá com até US$ 20 mil anuais para melhorar e divulgar o sistema criado por Linus Torvalds.

"Por essas iniciativas, esperamos contribuir com ferramentas para que os desenvolvedores possam construir novas experiências em Linux, incentivar os fabricantes de hardware a priorizar o suporte ao Linux e, enfim, disponibilizar uma plataforma aberta e elegante para os usuários do sistema", disse Mark Sartain, da produtora de Half-Life.

A decisão da empresa não surpreendeu ninguém, já que ela flerta com o pinguim desde 2012. Naquela época, a Valve lançou uma versão do Steam compatível com o sistema e uma parte de sua biblioteca de jogos adaptada especialmente para ele.

O flerte se transformou em namoro neste ano, quando Gabe Newell, cofundador e CEO da Valve, falou que o Linux é o melhor sistema operacional para os gamers, classificando-o como "o futuro dos jogos".

As partes ficaram ainda mais íntimas quando a Valve anunciou sua linha de videogames chamados de Steam Machines em setembro deste ano. Neles, os jogadores poderão rodar e fazer stream de jogos que funcionarão sobre o SteamOS, uma versão do Linux modificada pela Valve.

Para ressaltar a importância da parceria, a organização liberou um vídeo com Newell e Torvalds. Nele, o CEO da Valve discursa sobre o papel que o Linux vem desempenhando para o desenvolvimento estratégico da empresa, enquanto Torvalds fala sobre a importância de tudo isso para o Linux.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.