Para criador do Linux, Mac OS X gratuito não representa ameaça

Por Redação | 25.10.2013 às 08:20

Basta surgir algo novo no mundo da tecnologia e opiniões e discussões acaloradas são disparadas por todos os lados. Quando se trata de algo vindo de uma empresa como a Apple então, não tem como ser diferente.

De acordo com o PC World, após o lançamento do Mac OS X Mavericks, diversas pessoas e empresas passaram a especular sobre a possibilidade de o futuro do Linux estar ameaçado. Ao saber disso, o criador do sistema de código aberto Linus Torvalds foi taxativo ao afirmar que não há motivo para preocupação.

Ao ser questionado a respeito durante a edição europeia deste ano da LinuxCon em Edinburgo, Escócia (que se encerrou ontem), Torvalds disse que apesar de o Mavericks ser gratuito, ele está longe de ser um software livre e que ainda é necessário adquirir um hardware caro só para rodá-lo. Além disso, segundo ele, o sistema da Apple é fortemente ligado aos computadores para os quais foi projetado – apesar da existência do chamado "Hackintosh" –, enquanto o Linux é capaz de funcionar em praticamente qualquer tipo de computador existente, de supercomputadores a sistemas diminutos como o Raspberry Pi, mantendo sua escalabilidade e robustez.

Torvalds encerra: "O fato de a Apple ceder seu sistema operacional gratuitamente é altamente irrelevante. Eu não acho que isso afetará o Linux de alguma maneira".