Linux Foundation apresenta solução Linux para carros inteligentes

Por Redação | 07 de Julho de 2014 às 12h30

As tecnologias para ter um carro totalmente conectado estão sendo desenvolvidas em um ritmo acelerado nos últimos meses. A Linux Foundation quer que sua plataforma open-source esteja entre as principais para o mercado. A organização sem fins lucrativos anunciou a estreia do Automotive Grade Linux (AGL), um open-source automotivo baseado em Linux.

Não é a primeira vez que vemos sistemas de carros baseados em Linux, mas agora há uma diferença. O AGL é um sistema automotivo central para desenvolvedores que pode ser customizado pelas fabricantes. Antes, os sistemas baseados em Linux para automóveis chegavam para as montadoras prontos para a utilização. Assim como o sistema operacional Linux para desktops tem variantes como Debian, Ubuntu, Fedora, entre outros, o AGL deverá ter suas próprias variações em carros.

O AGL vem com um conjunto interessante de capacidades. A plataforma é baseada no Tizen In-Vehicle Infotainment (IVI) e inclui uma variedade de aplicações para automóveis como visualização do clima, mapas, ajustes e reprodução de mídias e integração com smartphones. A Linux Foundation diz que o AGL também pode fornecer informações sobre condições da estrada e tráfego.

AGL (Automotive Grade Linux)

O software desenvolvido para carros tem obtido um bom reconhecimento e apoio entre a indústria. Isso é um excelente começo para o sucesso do projeto no mercado. Várias montadoras já demonstraram interesse pelo AGL, como Hyundai, Jaguar, Land Rover, Nissan e Toyota. Há também empresas do ramo eletrônico como Panasonic, Samsung, Fujitsu, Intel e LG.

Apple e Google também estão trabalhando em projetos similares como o CarPlay e Android Auto, respectivamente. Estes sistemas são elaborados para serem inseridos praticamente prontos para se integrarem com os smartphones das empresas. Isso não permite uma grande customização, prejudicando a integração profunda com outros componentes do automóvel e a possibilidade de utilizar qualquer smartphone com o sistema.

A Microsoft também está trabalhando para incluir sistemas no mercado automobilístico. Uma nova versão do Windows para este ramo é esperado para competir com as outras plataformas.

Ainda não é possível prever quando poderemos ver os primeiros carros equipados com o AGL. Tal acontecimento pode demorar um pouco, apesar de alguns sistemas baseados no Android estarem prometidos já para o ano que vem. Talvez no futuro próximo poderemos escolher carros pelo seu sistema operacional.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.