Debian libera nova versão com kernel Hurd em vez do Linux. Saiba mais

Por Pedro Cipoli
Debian   GNU-Hurd

Em nosso artigo sobre Linux, explicamos que ele não se trata de um sistema operacional propriamente dito. É, na verdade, apenas o núcleo responsável pelo controle de hardware e instruções de mais baixo nível. Um dos sistemas operacionais mais conhecidos e respeitados que utiliza o Linux é o Debian, um projeto sem fins lucrativos que está presente em muitos servidores por ser robusto e estável, mas agora ele possui uma versão que utiliza um kernel ainda pouco conhecido do público em geral: o GNU/Hurd.

O Hurd é um projeto antigo do GNU que pretende substituir o kernel UNIX com uma versão menor, mais estável e mais eficiente. Com exceção do Microsoft Windows, quase todos os outros sistemas operacionais utilizam alguma variação do UNIX em seu código fonte, como é o caso do Mac OS X da Apple e do Ubuntu. Em especial, o Hurd pretende modificar a forma como os componentes interagem uns com os outros, em especial reduzindo os requerimentos de compatibilidade em prol da velocidade.

Powered by GNU

No projeto original está incluído um pacote completo, desde um sistema de arquivos até protocolos de rede e sistemas de autenticação próprios para o usuário. Aliado ao Hurd temos o Mach, um microkernel bastante conhecido dos usuários do Mac OS X que é responsável pela transferência de dados de forma mais eficiente. No cronograma oficial o Hurd é apenas uma etapa do projeto, cujo objetivo final é o lançamento do sistema operacional GNU, originalmente idealizado por Richard Stallman (uma das principais figuras da Free Software Foundation - FSF) em 1983.

O Debian com o GNU/Hurd é uma das primeiras versões que temos para testar esse novo kernel e tirarmos as nossas conclusões. Quem quiser se aventurar a testar essa nova versão, ainda não oficial, pode acessar o blog do projeto e clicar no link de download.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.