Canonical considera alterar ciclo tradicional de lançamentos do Ubuntu

Por Redação | 23 de Janeiro de 2013 às 15h00

A Canonical, produtora do Ubuntu, anunciou nesta quarta-feira (23) que estuda uma mudança em seu ciclo de lançamentos do software — atualmente, um novo Ubuntu chega ao mercado a cada seis meses. A empresa está considerando o lançamento de uma versão completamente nova do Ubuntu a cada dois anos, enquanto acelera todo o seu processo de desenvolvimento.

Segundo o ArsTechnica, o Ubuntu 12.10 (chamado assim por ter sido lançado em outubro de 2012) acaba de chegar ao mercado, e as versões 13.04 e 13.10 serão lançadas em abril e outubro de 2013, respectivamente. No entanto, a versão 14.04, que deverá ser lançada em abril do próximo ano, será a última a chegar ao mercado após o período de seis meses de desenvolvimento.

Com a adoção do novo período de lançamento, a cada dois anos, os usuários Linux terão uma versão completa do Ubuntu, mais estável e com garantia de até cinco anos, e todas as versões serão LTS (Long Term Support). Com a medida, a sucessora da versão 14.04 será a 16.04, prevista para chegar ao mercado em abril de 2016 — exatos dois anos depois do Ubuntu 14.04.

Ubuntu

Reprodução: ArsTechnica

Lean Ogasawara, gerente do Canonical Kernel Team, afirmou em um Google Hangout que a empresa estuda esse plano porque quer oferecer produtos mais estáveis e recursos de ponta em suas novas versões do Ubuntu. E para o período de lançamento entre as versões LTS, a empresa planeja atualizações constantes em seu sistema operacional.

Além disso, a Canonical estuda como os usuários do Ubuntu irão receber uma nova versão a cada dois anos e ter pequenas atualizações disponíveis nesse meio tempo. O projeto também tem sido discutido pelos desenvolvedores do software, mas o lançamento do Ubuntu para smartphones no começo do mês fez com que suas atenções se voltassem para o setor móvel.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.